sexta, 19 de julho de 2024
Dourados
28ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
BRASIL

Fachin vota por afastamento de parlamentar sem aval do Congresso

11 outubro 2017 - 12h25Por Agência Brasil

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou hoje (11) a favor de que a Corte possa impor, nos casos em que julgar necessário, medidas cautelares alternativas à prisão contra parlamentares, entre elas o afastamento das funções públicas. Ele é o relator da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) sobre o tema que está sendo julgada em plenário.

Fachin, que também é o relator das ações da Operação Lava Jato, entendeu que “o artigo 53 da Constituição deve ser interpretado de forma restrita, sempre à luz de outros princípios republicanos fundamentais mais fortes, como a vedação de se conferir privilégios ou de se impor tratamento discriminatório a qualquer cidadão, bem como o dever de responsabilização de agentes públicos por seus atos”.

“A jurisprudência deste Supremo Tribunal Federal tem tradicional e repetidamente assentado que as hipóteses previstas na Constituição que impeçam a responsabilização de agentes políticos e membros de poder devem ser interpretadas em seus estritos limites, não se permitindo alargamentos via interpretação extensiva”, disse o ministro.

Fachin disse que a Constituição prevê revisão por parte da Câmara e do Senado somente nos casos de prisão em flagrante por crime inafiançável e “apenas isso”.

“Estender essa competência para permitir a revisão de, por parte do Poder Legislativo, das decisões jurisdicionais sobre medidas cautelares penais significa ampliar a imunidade para além dos limites da própria normatividade enredada pela Constituição. É uma ofensa ao postulado republicano e é uma ofensa à independência do Poder Judiciário", afirmou Fachin.

O julgamento foi suspenso pela presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, e deve ser retomado à tarde.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL

Fies vagas remanescentes: Lista de espera termina sexta-feira

Em menos de sete meses, Influenza já mata mais em MS do que todo o ano passado
SAÚDE

Em menos de sete meses, Influenza já mata mais em MS do que todo o ano passado

Três irmãos são resgatados em situação de abandono em Ponta Porã
REGIÃO 

Três irmãos são resgatados em situação de abandono em Ponta Porã

EDITAL

Edital de Convocação

Empresários de MS vão receber R$ 15,4 milhões para impulsionar negócios inovadores
TECNOVA

Empresários de MS vão receber R$ 15,4 milhões para impulsionar negócios inovadores

BRASIL

Projeto da Câmara criminaliza comércio de cigarro eletrônico

CRÉDITO

Cresol Centro-Sul RS/MS já liberou mais de R$ 40 milhões de recursos oficiais do Plano Safra 24/25

FURTO

Homem é preso após furtar objetos sagrados da Igreja Católica

CAMPO GRANDE

Adolescente que fugiu de casa é encontrada e jovem é preso por estupro de vulnerável

LEVANTAMENTO

Brasil tem 7,6 mil comunidades quilombolas, mostra Censo

Mais Lidas

VIOLÊNCIA

Para não divulgar fotos, padrasto obriga jovem a fazer sexo com ele

MS-379

Comboio é interceptado e mais de R$ 1 milhão em mercadorias apreendidos

CAPITAL

Grupo de funcionários responsável por furtar empresa de transporte é desarticulado

ATRAÇÕES

Dourados Show Pets acontece em setembro no Jorjão