Menu
Busca segunda, 26 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
BRASIL

Defesa de Maluf apresenta hoje laudo paralelo sobre a saúde do parlamentar

27 dezembro 2017 - 10h55Por Agência Brasil

A defesa do ex-prefeito de São Paulo Paulo Maluf (PP-SP) criticou nesta quarta-feira (27) o laudo de médicos peritos do Instituto Médico-Legal (IML) do Distrito Federal sobre as condições de saúde do parlamentar.

Segundo nota divulgada pelos advogados, apesar de reconhecer que o deputado está acometido de câncer de próstata e severo problema de coluna, o documento “ignorou que o parlamentar igualmente sofre de doença cardiovascular, apesar de descrito no histórico médico e presente nos exames complementares do paciente, sendo responsável por pelo menos cinco dos medicamentos de que faz uso”.

Ainda segundo o documento, é justamente o problema cardíaco de Maluf que coloca “mais agudamente em risco a vida” e requer estrutura específica de atendimento de urgência. “Em razão dessa omissão e para contribuir com o Poder Judiciário, a defesa apresenta hoje uma série de quesitos específicos elaborados pelo dr. Sami El Jundi, médico e perito criminal do Instituto-Geral de Perícias do Rio Grande do Sul. O dr. Sami goza da absoluta confiança da defesa que, em outras oportunidades, já se socorreu dos seus conhecimentos profissionais”, diz o documento.

O advogado de Maluf, Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, também esclareceu que nenhum dos dois pedidos de habeas corpus (HCs) a favor do deputado, indeferidos ontem (26), são de responsabilidade da defesa técnica. “Na realidade, sequer conhecemos os advogados subscritores dos HCs”, afirmou Kakay.

Histórico

A pedido da defesa de Maluf, a Vara de Execuções Penais do DF determinou, na quinta-feira passada (21), que ele passasse por perícia médica oficial para avaliar se poderá cumprir prisão domiciliar humanitária, como querem seus advogados, por ter 86 anos e problemas de saúde, como câncer de próstata, hérnia de disco e doença cardiovascular .

Ontem, o IML atestou que o deputado Paulo Maluf tem doença grave e permanente, mas que o tratamento pode ser feito no presídio. Maluf está preso na Penitenciária da Papuda, em Brasília, onde cumpre pena de sete anos e nove meses em regime fechado pela condenação definitiva por lavagem de dinheiro.

De acordo com os peritos do IML, o parlamentar pode seguir na prisão, desde que tenha acompanhamento ambulatorial especializado. No laudo, os peritos afirmam que o deputado apresenta-se “lúcido, orientado no tempo e espaço, com discurso coerente, memória preservada e boa cognição”. Além disso, encontra-se em bom estado geral, com respiração normal, “corado, hidratado, afebril ao tato”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Homem é preso após acusação de violência doméstica em Mundo Novo
PORTO MURTINHO
Mais de 700 kg de maconha abandonada às margens de rodovia é apreendida
REGIÃO
Foragido da Justiça é capturado durante patrulha de rotina da PM
CRIME AMBIENTAL
PMA apreende motosserra ilegal e autua responsável em R$ 1 mil
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto pode criar cota de 5% para contratação de artistas de baixa renda e idosos
REGIÃO
Homem esconde botijão em edredom para cometer furto e acaba preso
SES
Apesar de curva descendente, pandemia do coronavírus não acabou, alerta Saúde
UNIGRAN
Curso de Estética promove circuito de palestras sobre mercado de trabalho
FAZENDA PÚBLICA
Governo prorroga benefícios fiscais aprovados em reunião de Conselho
CONTRABANDO
Caminhão com 15 mil pacotes de cigarros que seriam vendidos em Dourados é apreendido

Mais Lidas

DOURADOS
Guarda encerra festa organizada por adolescente em plena pandemia, apreende droga e até arma artesanal
DOURADOS
PM é acionada e consegue evitar suicídio de homem em hotel
DOURADOS
Homem invade casa, tenta estuprar jovem e é detido por populares
DOURADOS
Homem é socorrido às pressas após levar golpes de facão na cabeça