Menu
Busca sábado, 25 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
FAMOSOS

Deborah Secco muda visual para novela e vive personagem à frente dos padrões

21 julho 2014 - 14h30

Deborah Secco é uma metamorfose constante. A atriz brinca dizendo que quando não conseguir mudar alguma coisa no visual ficará um pouco surpresa. Deborah diz que se transforma a cada papel e revela que sua personagem em Boogie Oogie terá um perfil mais moderno em relação às outras mulheres da trama das seis, que se passa nos anos 70.

A atriz dará vida a Inês, uma comissária de bordo independente, atualizada e livre. O desejo de casar e constituir uma família na década de 70 era praticamente uma obrigação, mas Inês será diferente, será dona do próprio nariz. "Naquele tempo, imagino que deveria ser muito difícil para essas mulheres manter relacionamentos, pois ficavam voando muito tempo e era uma época muito machista. A Inês tem uma liberdade que as outras mulheres não têm. Ela é independente e livre!".

Com os cabelos longos e loiríssimos, especialmente para viver a aeromoça, a atriz revela que o seu primeiro passo para construir um personagem é a prova de roupa. "Para mim, todo esse início de composição começa de fora para dentro, porque me ajuda muito a notar como a pessoa é. Depois de ver o que ela veste, onde ela mora, eu consigo traçar um perfil psicológico da personagem, mas o estímulo externo me ajuda muito nessa composição interna de saber como realmente é o personagem, o que ele pensa, o que ele faz e do que ele gosta", afirma a atriz.

Inês é assim, uma mulher vivida, atualizada e que tem muito contato com o mundo exterior. "Hoje em dia, com a internet, conseguimos ter uma igualdade de cultura e saber o que acontece no mundo, o que antigamente não acontecia. Só quem tinha era quem viajava para o exterior ou as comissárias de bordo. Então a aeromoça tinha essa magia, não é? Eram elegantes e livres!".

Deborah se recorda e revela que "antigamente não existiam marcas estrangeiras no Brasil. Por exemplo, o estojo que eu usava no colégio tinha que comprar com uma aeromoça porque não existia a marca no Brasil". Deborah diz que Inês está sendo um presente e muito mais do que esperava. "A Inês não é cômica nem trágica. É uma personagem normal, que para a época era para frente dos padrões".

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO
Mulher é autuada em R$ 5 mil por desmatamento ilegal em área protegida
ANEEL
Conta de energia continua com bandeira vermelha em outubro
CAPITAL
Haitiano invade delegacia, detona viatura e dá prejuízo de R$ 25 mil
Inova Unigran inicia o evento "Investimento & Startup" na terça-feira
GERAL
Inova Unigran inicia o evento "Investimento & Startup" na terça-feira
Mulher inventa roubo de carro alugado e acaba autuada ao registrar BO
REGIÃO
TJ/MS implementará 100% dos serviços presenciais no dia 18 de outubro
VIOLÊNCIA
Homem volta com foice após falhar ao tentar matar homem a tiros
EDUCAÇÃO
UEMS realiza palestra sobre 'Leitura e Literatura para bebês e crianças'
BATAYPORÃ
Polícia Civil prende mulher condenada por tráfico de drogas
BRASIL
Ministro anuncia dose de reforço contra Covid a profissionais de saúde

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é encontrado morto em casa por funcionária na Vila São Brás
RACISMO
Em SP, DJ Alok recorda exclusão de integrantes do 'Brô MCs' durante show em Dourados 
TRAGÉDIA 
Motociclista morre na BR-163 em Dourados após bater em uma capivara 
DOURADOS
Júri condena jovem que matou amiga com tiro na nuca e alegou 'acidente'