Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Comitiva brasileira vai a Roma para reabilitar padre Cícero

25 maio 2006 - 12h01

Uma comitiva de 30 brasileiros seguiu anteontem para Roma, onde vai entregar ao papa Bento 16, ainda no final deste mês, um documento com 350 páginas e um abaixo-assinado com cerca de 150 mil assinaturas, para tentar reabilitar o padre Cícero Romão Batista (1844-1934), o padre Cícero.A reabilitação significará o retorno do padre Cícero à Igreja Católica. Em vida, o religioso teve suas ordens suspensas e foi impedido inclusive de rezar missas. Ainda assim, ele é hoje tido como santo por milhares de devotos em todo o Nordeste, que seguem em romaria a Juazeiro do Norte (a 570 km de Fortaleza), para venerá-lo.A comitiva é liderada pelo bispo do Crato, cidade vizinha a Juazeiro do Norte, d. Fernando Panico. Outras 38 pessoas, entre elas empresários, religiosos e acadêmicos, deverão seguir ainda na próxima semana à Itália para completar o grupo.Segundo d. Fernando, foi o próprio Joseph Ratzinger --o papa Bento 16-- que sugeriu, quando ainda era bispo e prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, em 2001, que fosse iniciado um estudo para o processo de reabilitação do padre Cícero.A rejeição da cúpula da Igreja Católica ao padre Cícero começou depois que ele ganhou fama como milagreiro e passou a levar multidões de fiéis a Juazeiro do Norte.Isso foi em 1889, quando uma hóstia entregue por ele à beata Maria de Araújo se transformou, na boca dela, em sangue, segundo relatos.O mesmo fenômeno teria acontecido diversas vezes. Após várias verificações feitas por outros padres e bispos, a cúpula da Igreja decidiu rejeitar o milagre.Ao insistir na veracidade do milagre, padre Cícero foi excomungado em 1917, mas em seguida foi perdoado. Três anos mais tarde, porém, teve suas ordens suspensas em definitivo.A postura oficial da Igreja não afetou o culto ao padre. Estima-se que, anualmente, sigam a Juazeiro do Norte cerca de 2 milhões de fiéis, que rezam no túmulo do padre Cícero e na estátua construída no alto de um morro.Além de religioso, padre Cícero teve forte atuação política. Foi o primeiro prefeito de Juazeiro do Norte e chegou a ser vice-governador do Estado. Ele também mantinha fortes relações com o cangaceiro Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião.Com o retorno oficial à Igreja, será iniciado outro processo, para a beatificação do padre. Somente depois de passar por tudo isso é que ele poderá ser tido como santo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jardim é a próxima cidade a receber caminhão customizado da MS Pantanal
REGIÃO
Jardim é a próxima cidade a receber caminhão customizado da MS Pantanal
Mais de meia tonelada de maconha é apreendida após perseguição
BR-163
Mais de meia tonelada de maconha é apreendida após perseguição
EDUCAÇÃO
Mestrado em Ensino em Saúde lança edital de seleção para alunos regulares
Apesar de 'folga' e fim da fila, Dourados tem mais de 90% dos leitos de UTI Covid ocupados
PANDEMIA
Apesar de 'folga' e fim da fila, Dourados tem mais de 90% dos leitos de UTI Covid ocupados
Comissão debate projeto que trata da segurança no armazenamento de dados dos consumidores
POLÍTICA
Comissão debate projeto que trata da segurança no armazenamento de dados dos consumidores
MÚSICA
UFGD promove show com a banda Vokalika, nesta sexta
POLÍCIA
PMA sobrevoa rio para planejamento de proteção de cardumes devido ao baixo nível de água
NOVO DECRETO
Dourados diminui toque de recolher e libera música e sinuca, mas parques continuam fechados
ECONOMIA
Dólar tem nova queda e fecha a R$ 4,90
DOURADOS
Detetive que comandou execução de esposa e comparsa são transferidos para PED

Mais Lidas

DOURADOS
Marido de mulher executada em emboscada é encaminhado para prestar depoimento
EXECUÇÃO
Bilhete ajuda SIG a prender suspeita de atrair detetive e atirador é localizado no MT
CAMPO GRANDE
Homem é espancado e confundido com serial killer depois de ser abandonado em rodovia
DOURADOS
Relacionamento conturbado e bens patrimoniais teriam motivado execução de Zuleide