Menu
Busca terça, 20 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Câncer de mama é a doença que mais mata no Brasil

02 fevereiro 2004 - 14h52

“É impossível para a própria mulher distinguir se a alteração no seio é um câncer de mama ou não. Diante dos sintomas de alteração, que são surgimento de nódulos; ou dores mamárias; ou uma secreção que sai pelo mamilo, ela deve procurar um médico para que seja feito um diagnóstico diferencial”, orienta o médico Alexandre Andrade, professor de ginecologia da PUC-SP.No desenho, a localização de um tumor de mama Dentre as doenças comuns nos seios estão a dor mamária - que não é um sintoma importante, já que câncer não causa dor - e os cistos mamários, que geralmente aumentam no período pré-menstrual. Neste caso, é importante diferenciar cistos de nódulos, geralmente um pouco mais duros. “A diferenciação entre um nódulo sólido de um cisto mamário só pode ser feita através de exames. A ultrassonografia é capaz de distinguir facilmente um nódulo sólido de um cisto mamário. A punção é outro exame importante, neste caso. Se for um cisto mamário, a punção resultará na coleta do líquido que está no interior dele, enquanto que no nódulo sólido você não vai ter líquido”, explicou Andrade.Também existem as assimetrias mamárias, muito comuns principalmente na adolescência, mas que não têm nada a ver com o câncer de mama. No caso das secreções, devem ser consideradas apenas as que forem expelidas por uma só mama e tiverem coloração semelhante à da água e um pouco de sangue. Se este sinal aparecer, é importante procurar um médico.O câncer de mama, segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca) foi responsável no ano passao pela morte de pelos menos 9.335 mulheres no Brasil. Foram mais de 41 mil casos, muitos detectados tardiamente. Os registros de alguns hospitais brasileiros demonstram que 60% dos tumores de mama são diagnosticados nos estágios mais avançados. “A reposição hormonal está aparentemente relacionada com o aumento da incidência de câncer”. A afirmação é do médico e professor de ginecologia da PUC-SP Alexandre Andrade, e está de acordo com o resultado de duas pesquisas internacionais divulgadas no ano passado. A primeira, um estudo realizado pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, constatou que as mulheres que faziam reposição hormonal aumentavam em quase 20% o risco de desenvolver câncer de mama.A segunda. acompanhou um milhão de mulheres na Inglaterra que estavam sendo submetidas a diferentes formas de reposição hormonal e concluiu que a terapia potencializa o risco da doença, embora não seja agente causador. “É importante destacar que não é a reposição hormonal que causa o câncer de mama, mas provavelmente pode acelerar o crescimento das células cancerosas”, ponderou Alexandre Andrade. Segundo a pesquisa, a forma de reposição que mais potencializa o risco de câncer é a que associa o estrogênio e a progesterona, a mais utilizada no Brasil.Apesar da comprovada relação entre a reposição hormonal e o câncer de mama, o médico reconhece que a terapia pode ser benéfica para algumas mulheres. “É necessário fazer uma avaliação bastante rigorosa. Logicamente, a reposição hormonal tem os seus benefícios", afirmou o médico. Segundo ele, quando os benefícios superam o risco da doença, talvez aí seja indicada a reposição hormonal."Esses benefícios basicamente estão relacionados à parte óssea, com proteção da osteoporose, eventualmente de algumas doenças cardiológicas, da própria sexualidade, libido, melhora da relação sexual etc. Agora, aquelas mulheres que têm lesões mamárias ou alto risco de câncer de mama, precisam ser avaliadas de forma bastante rigorosa", lembrou o médico. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FERIADO
Judiciário de MS não terá expediente nesta quarta, dia 21 de abril
REI DA FRONTEIRA
Juiz resolve manter Fahd Jamil preso no Garras e pede perícia médica
PANDEMIA SEM CONTROLE
Brasil registra mais 3.481 mortes por Covid em 24 horas e passa de 378 mil
Defron prende três e apreende mais de 60 quilos de maconha 
POLÍCIA
Defron prende três e apreende mais de 60 quilos de maconha 
EDUCAÇÃO
Inscrições abertas para a I Semana de Internacionalização UEMS
DOIS IRMÃOS DO BURITI
Suspeito de matar irmão com tiro de espingarda se apresenta à polícia
CAMPO GRANDE
Homem é preso acusado de cultivar 'maconha gourmet' em contêiner
PANDEMIA
Fila continua e 12 pessoas aguardam leitos de UTI Covid em Dourados
ACIDENTE
Queda de jatinho no aeroporto da Pampulha mata piloto e fere dois
FRONTEIRA
Câmeras de segurança flagram atentado a casa de vereador; veja vídeo

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
LOTERIAS
Mega-Sena premia uma aposta com R$ 40 milhões e 11 douradenses acertam a Quadra
DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro