Menu
Busca terça, 24 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
MEDIDA

Caixa reduz para 50% limite para financiamento de imóveis usados

23 setembro 2017 - 13h10

A partir desta segunda-feira (25), os mutuários terão mais dificuldade em financiar a compra de imóveis usados. A Caixa Econômica Federal reduziu para 50% do valor do imóvel o limite máximo de financiamento. Atualmente, os clientes poderiam financiar até 60% ou 70% do montante dependendo do tipo de linha de crédito contratada.

A redução vale para todas as modalidades, como Minha Casa Minha Vida, empréstimos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (que usa recursos da poupança).

Em nota divulgada na noite dessa sexta-feira (22), o banco informou que o novo limite vigorará para as futuras operações de crédito. As propostas em análise entregues até esta semana continuarão a operar sob os limites antigos, caso o empréstimo seja liberado.

Responsável por 70% do crédito imobiliário no país, a Caixa informou que a redução dos limites ajusta o capital disponível da instituição financeira às condições do setor, cujo volume de crédito está crescendo neste ano. De maio a julho, o valor das concessões de financiamentos com juros regulados – como os imobiliários – somou R$ 2,4 bilhões, alta de 24% em relação ao trimestre anterior (fevereiro a abril).

Imóveis novos

Num cenário de crescimento da demanda por crédito em meio a um capital limitado, a Caixa está dando prioridade aos financiamentos para a aquisição de imóveis novos. Em agosto, o banco tinha reduzido de 90% para 80% do valor da unidade o teto para a compra de imóveis novos e de 90% para 60% ou 70% o limite para a compra de imóveis usados.

Em maio, a Caixa tinha suspendido para o restante do ano a linha pró-cotista FGTS, que usa recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para o financiamento de unidades de até R$ 950 mil e cobra juros de até 8,66% ao ano de trabalhadores com carteira assinada.

O banco alegou falta de recursos e informou que a linha – a segunda mais barata depois do Minha Casa, Minha Vida – só será retomada em 2018.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUTI
Tarado abusa de mulher que fazia caminhada e acaba preso
CULTURA
Festival on-line de dança da melhor idade fecha 1ª fase com 163 mil votos
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda de olho em início de transição nos EUA
PF apreende mais de 5,5 toneladas de maconha em Ponta Porã
TRÁFICO
PF apreende mais de 5,5 toneladas de maconha em Ponta Porã
Visando sustentabilidade complexo da Sanesul vai operar com energia solar
MELHORIAS
Visando sustentabilidade complexo da Sanesul vai operar com energia solar
COSTA RICA
Homem invade lanchonete com caminhão motivado por dívida
LEGISLATIVO DE MS
Proposta estabelece descarte correto de equipamentos de proteção individual
ECONOMIA
Guedes anuncia acordo para votação da Lei de Falências nesta quarta
DOURADOS
Flagrado com maconha, baiano diz que faria o transporte da droga por 'liberdade'
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Agredida por marido, mulher revida com 'chinelada' no rosto e briga acaba em delegacia

Mais Lidas

DOURADOS
Carro invade parque no final da Avenida Marcelino Pires, cai em valeta e pega fogo
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Homem ameaça ex com faca e apanha de vizinhos em Dourados
DOURADOS
Homem é preso após tentar atropelar policiais em abordagem na BR-163 
DOURADOS
Mulher é presa após atear fogo na casa do ex-marido, cadeirante