sexta, 14 de junho de 2024
Dourados
32ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Brasil pode receber a visita de um milhão de chineses por ano

10 novembro 2004 - 18h57

A assinatura em maio último do acordo de turismo entre Brasil e China pode representar a visita ao país de cerca de 1 milhão de turistas chineses anualmente. Em média, cada turista gasta US$ 2 mil. A estimativa é do presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, Charles Tang. Os ganhos desse acordo para o Brasil não se restringem, entretanto, à entrada de divisas pelos visitantes chineses, mas envolvem investimentos na infra-estrutura turística do país, disse Tang. Ele lembra que as duas palestras proferidas na China pelo ministro do Turismo, Walfrido Mares Guia, quando da visita do presidente Lula àquele país este ano, foram as mais concorridas de toda a viagem, o que demonstra o interesse despertado pelo Brasil nos chineses. Hoje, o turismo chinês no Brasil praticamente não existe, limitando-se a 10 mil pessoas/ano, de acordo com número do Ministério do Turismo, entre membros de delegações empresariais e autoridades. Tang observou, porém, que a China tem hoje uma classe média crescente com receita disponível para o consumo que deverá visitar várias partes do mundo. A Europa já se prepara para receber esses visitantes. A expectativa é que entrem naquele continente cerca de 2 milhões de pessoas/ano, das quais a metade poderá ser atraída para o Brasil, confia Charles Tang. Ele revelou que o ministro Mares Guia já entrou em entendimento com a Câmara para que os oito escritórios da entidade na China promovam o Brasil como destino de turismo e também para investimentos de empresários no setor no país, destacando construção de hotéis e shoppings centers, inclusive por meio da parceria público-privada. Tang assegurou que a propaganda promocional brasileira já será feita no evento anual Xangai Travel Mark, maior feira de turismo da China, que se realiza entre os dias 25 e 29 deste mês em Xangai. O início de operação dos vôos diretos Brasil-China pela Varig funcionará também como elemento propulsor do fluxo turístico chinês, avaliou. Com a assinatura e liberação do visto de turismo pelo governo da China e a aprovação do Brasil como destino de turismo para o povo chinês, "acredito que o segmento representará uma grande fonte de receita para o Brasil", disse Tang. O aprofundamento do turismo bilateral, com a consequente abertura do potencial de investimentos, será abordado pelo presidente da China, Hu Jintao, em sua a visita ao Brasil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jeep roubado no Rio de Janeiro é recuperado em MS
POLÍCIA

Jeep roubado no Rio de Janeiro é recuperado em MS

Fortalecimento do SUAS foi tema de audiência pública realizada na Câmara
DOURADOS

Fortalecimento do SUAS foi tema de audiência pública realizada na Câmara

BRASIL

Produção industrial recua em cinco dos 15 locais pesquisados em abril

Polícia apreende em Itaquiraí droga que seria entregue em Santa Catarina
TRÁFICO

Polícia apreende em Itaquiraí droga que seria entregue em Santa Catarina

MPMS oferece denúncia contra policiais militares suspeitos pela morte de ex-vereador
ANASTÁCIO

MPMS oferece denúncia contra policiais militares suspeitos pela morte de ex-vereador

BRASIL

Pacheco diz que projeto do aborto "jamais iria direto ao plenário"

CONTRABANDO

Dois são presos com mais de R$ 500 mil em produtos que seriam entregues em Dourados

GRIPE

MS registra seis mortes por Influenza e número de óbitos chega a 44 no ano

FUTEBOL

Fase semifinal do Campeonato Estadual Sub-13 começa neste sábado

DIÁRIO OFICIAL

Governo Federal sanciona lei que institui a Tarifa Social de Água e Esgoto

Mais Lidas

DECISÃO

Mesmo sem duplicação de pontos críticos, pedágios da BR-163 aumentam a partir desta sexta-feira

VENDA DE ALIMENTOS

Ministério Público pede fechamento de cantinas em presídios de MS

LUTO

Policial civil sofre infarto no trabalho e morre em hospital de Dourados

DOURADOS

Com investimento de quase R$ 4,5 milhões, asfalto no Altos do Indaiá tem ordem de serviço autorizada