sexta, 21 de janeiro de 2022
Dourados
38°max
23°min
Campo Grande
35°max
22°min
Três Lagoas
37°max
23°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Brasil disputa o Pré-Olímpico de Beisebol no Panamá

28 outubro 2003 - 10h52

Depois da histórica campanha na Copa do Mundo, disputada em Cuba e na qual conquistou a inédita sétima colocação, a Seleção Brasileira Adulta de Beisebol não terá tempo para descansar e já partirá para outro desafio, mais difícil: o Torneio Pré-Olímpico da modalidade, que será realizado no Panamá de 30 de outubro a 10 de novembro.O Brasil está no grupo B, junto do anfitrião Panamá, Estados Unidos, Colômbia e Nicarágua. Já o grupo A será formado por Cuba, México, Canadá, Porto Rico e Bahamas. Na primeira fase da competição, as seleções se enfrentarão em turno único dentro de seus grupos e os quatro melhores classificados de cada grupo passarão para a fase final, que será disputada em forma de playoffs ("mata-mata"). As vitórias sobre México, Holanda, França, China e Coréia do Sul, e a partida equilibradíssima contra a campeã Cuba na Copa do Mundo, agora em outubro, qualificaram a seleção brasileira como uma das que mais desenvolveu seu beisebol nos últimos anos. "Agora as outras equipes estão vendo a seleção brasileira com outros olhos, com mais atenção. Eles sabem que não somos mais uma equipe fraca. E mesmo nas derrotas contra equipes consideradas potências do beisebol não vendemos barato, lutamos entrada a entrada e as partidas foram decididas só no final", analisa Carlos Suguimoto, diretor-técnico da Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol, referindo-se claramente à partida contra Cuba, válida pela Copa do Mundo, na qual o Brasil vencia até a última entrada até os cubanos virarem e vencerem por 4 a 3. Na primeira fase, o Brasil enfrentará, na ordem, as seleções do Panamá, Estados Unidos, Colômbia e Nicarágua. Como classificam quatro das cinco equipes de cada grupo, basta uma vitória para a seleção brasileira carimbar sua passagem para o playoff final da competição. "Entre essas equipes, a Colômbia é a mais fraca, então é nossa obrigação derrotá-la se queremos passar para a fase final do Pré-Olímpico", explica Jorge Otsuka, presidente da Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol. Para as outras partidas, o dirigente brasileiro prevê muitas dificuldades. "A maior parte das seleções que disputaram a Copa do Mundo, em Cuba, irão para o Panamá com elencos bem modificados, incluindo neles seus atletas que jogam nas ligas profissionais. Tal reforço confirma mais ainda o favoritismo de Estados Unidos, Cuba, Panamá, Canadá e Porto Rico na briga pelas duas vagas para as Olimpíadas de Atenas que a América tem direito", afirma.A seleção brasileira estreará no Pré-Olímpico na próxima sexta-feira, às 20 horas local (23 horas de Brasília), em partida contra o Panamá. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista morto em acidente na BR-163 ficou preso sob o caminhão
SÃO GABRIEL

Motorista morto em acidente na BR-163 ficou preso sob o caminhão

GERAL

Vacinação infantil irregular terá consequências, diz ministro

Erradicação de plantações de maconha no Paraguai batem recorde 

Erradicação de plantações de maconha no Paraguai batem recorde 

EX-MINISTRO

MP questiona liberação de madeira apreendida em operação contra Salles

Tenente da PM é encontrado morto em quarto de hotel na Capital
REGIÃO

Tenente da PM é encontrado morto em quarto de hotel na Capital

CONCURSO

Divulgadas inscrições deferidas e indeferidas em seleção da SES/Agepen

Briga entre médico e gerente de UPA vai parar na delegacia

FUTEBOL

Fifa limita empréstimos de jogadores já a partir da próxima temporada

TRÁFICO

Bolivianos são presos com cocaína em frascos de desodorantes

FRONTEIRA

Operação Padrão dos fiscais da Receita provoca fila de 500 caminhões

Mais Lidas

REGIÃO

Jovem acusado de assassinar diretor de escola em 2012 troca tiros com a polícia e morre

REGIÃO

Trabalhador morre após sofrer descarga elétrica na BR-463

FRONTEIRA

Líder do PCC que tinha fugido de presídio do Brasil, é preso junto a comparsas no Paraguai

FRONTEIRA

Ostentação levou polícia até professor que faturava alto para guardar drogas