Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Brasil deverá atrair empresas italianas em 2010

27 dezembro 2009 - 10h00

A estabilidade da economia brasileira e a imagem positiva do país no exterior têm chamado a atenção do empresariado italiano, que no próximo ano pretende expandir seus investimentos aqui, disse à ANSA o diretor do Instituto Italiano para o Comércio Exterior no Brasil, Giovanni Sacchi.
      Uma das primeiras ações com este objetivo, explicou ele, foi a organização do Fórum Brasil-Itália, ocorrido no mês de novembro e que trouxe a São Paulo uma comitiva de mais de 300 empresários italianos.
      "O governo italiano promoveu esta missão para reforçar os laços comerciais entre os dois países", afirmou Sacchi. "O grupo ficou impressionado com a receptividade dos empresários locais para conhecer melhor as novas possibilidades de parcerias."
      O fórum, que teve como objetivo apresentar aos italianos muitas das oportunidades de negócios existentes no Brasil, contou ainda com a participação do ministro italiano do Desenvolvimento Econômico, Claudio Scajola, e da presidente da Confederação Geral da Indústria do país (Confindustria), Emma Marcegaglia.
      Na visão de Sacchi, "todo o potencial" demonstrado pelo Brasil para atrair investimento, aliado ao que a Itália tem a oferecer sobretudo nas áreas de infraestrutura e tecnologia, certamente irá colaborar para aprofundar os vínculos bilaterais.
      "Vamos aumentar o fluxo comercial e os investimentos no Brasil. O objetivo é iniciar 2010 com acordos que irão abranger a participação no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), em obras de infraestrutura, na Copa de 2014 e nas Olimpíadas em 2016", acrescentou o diretor do instituto.
      Foi com esta finalidade que a presidente da Confindustria, Emma Marcegaglia, anunciou a abertura de um escritório da instituição em São Paulo, iniciativa que marcará também a celebração do ano da Itália no Brasil, que ocorrerá em 2011.
      "Com os festejos, o governo italiano pretende reforçar as relações comerciais e culturais", enfatizou Sacchi. "O Brasil é a plataforma de acesso preferencial para os mercados da América Latina e um dos principais protagonistas no cenário internacional, onde nossas exportações cresceram quase 40% em 2008."
      Segundo ele, existem várias empresas de diferentes setores que já estão voltando seus planejamentos ao mercado brasileiro. Uma delas é o grupo de telecomunicações Telecom Itália, que pretende investir cerca de 2,6 bilhões de euros no país até 2011. A Pirelli, por sua vez, quer injetar US$ 100 milhões em um novo pólo tecnológico para o desenvolvimento de pneus.
      A Fincantieri, que constrói navios, consolidou um acordo com a Petrobras para a exploração de reservas de petróleo e deve fabricar embarcações encomendadas pelo Ministério da Defesa do Brasil. Também empresas de transporte marítimo, da área de energia elétrica e fontes renováveis já oferecem propostas para atuar no país, disse Sacchi.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
No dia que MS passa de mil casos, 35 cidades ainda se mantêm “livres” do Coronavírus
DOURADOS
Homem cai em golpe após vizinho oferecer ajuda para cadastro de auxílio emergencial
EDUCAÇÃO
Sisu oferecerá bolsas de estudo para alunos do ensino a distância
DOURADOS
Após penhora de celular, polícia fecha "boca" na Vila Industrial
VICENTINA
Homem é multado em mais de R$ 70 mil após desmatamento em área de Mata Atlântica
JUSTIÇA
Responsáveis por mortes de búfalos devem ressarcir prejuizos em 75%
POLÍTICA
Após pedido de vistas, votação sobre obrigatoriedade do uso de máscaras volta a pauta hoje
COTAÇÃO
Dólar tem forte queda e fecha a R$ 5,45
ABACAXI ATÔMICO
Apreensão de maconha em carga de frutas terminou com cinco presos
CONSUMO
Dia dos Namorados deve movimentar quase R$ 11 milhões em Dourados

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
MARACAJU
Homem morre após tentativa de fuga e troca de tiros com a polícia
MS-145
Motorista disse não ter visto momento que atropelou e matou ciclista