Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Bolsonaro comemora crescimento de 0,6% do PIB no trimestre

03 dezembro 2019 - 12h35Por Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro comemorou, hoje (3), o anúncio do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB, a soma de todos os bens e serviços produzidos no país), no terceiro trimestre. Em comparação com o trimestre anterior, houve aumento de 0,6%, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“É algo inesperado para os analistas econômicos, mas da nossa parte sabíamos que viria uma boa notícia, e ela veio em uma boa hora. E a nossa equipe econômica diz que a previsão para o próximo trimestre é crescer. O Brasil está crescendo”, disse durante participação no fórum O Controle no Combate à Corrupção, em Brasília.

Iniciativa da Controladoria-Geral da União (CGU), o evento acontece em celebração ao Dia Internacional Contra a Corrupção, comemorado em 9 de dezembro, e visa debater a relevância do controle na melhoria da gestão pública e no combate à corrupção.

Acordo de leniência

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, defendeu, na abertura do fórum, o aprimoramento do acordo de leniência como instrumento de combate à corrupção. Assim como a colaboração premiada para pessoas físicas, o acordo de leniência foi criado em 2013 e trata da responsabilização administrativa e civil de empresas pela prática de atos contra a administração pública.

A empresa que faz acordo, em geral mediado pelo Ministério Público, deve, entre outros compromissos, cooperar com as investigações e fornecer informações e documentos que comprovem a infração, além de se comprometer a implementar ou melhorar os mecanismos internos de integridade, na mudança de comportamento diante de práticas irregulares.

Para Toffoli, a realização de acordos de leniência pode levar insegurança para a empresa, mesmo quando ela se coloca novamente no mercado “de uma maneira limpa”. De acordo com o ministro, em países que já têm uma tradição maior de acordos de leniência, sempre se visa preservar a empresa. “Porque preservar a empresa é preservar o emprego, o desenvolvimento, o conhecimento tecnológico que a empresa detém, o know how que a empresa detém”, argumentou.

Até a próxima quinta-feira (5), o fórum discutirá temas como integridade, responsabilização de empresas, inovação, auditoria e transparência, em painéis e oficinas temáticas que contarão com a participação de autoridades de órgãos federais e organizações sociais, de parlamentares e executivos de empresas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONGRESSO
Após 6 meses de sessões remotas, Senado retoma votações presenciais
DOURADOS
Motorista bêbado atropela cinco pessoas que voltavam da igreja no Novo Horizonte
TRÁFICO
Mais de 130 quilos de maconha são apreendidos em residência abandonada
QUEIMADAS
PMA aguarda laudo para autuar fazendas por crime ambiental no Pantanal
CORUMBÁ
Jovem é morto a facadas e namorada de 17 anos é suspeita do crime
REGIÃO
IFMS abre 1.520 vagas para cursos técnicos em dez municípios
TV DOURADOS NEWS
Sargento Cidão comenta sobre os 28 anos de serviços prestados na Polícia Militar
DOURADOS
Entidades têm até hoje para se inscrever no Núcleo Gestor da revisão do Plano Diretor
AMAMBAI
Veículo que seguia com mais de meia tonelada de maconha foi apreendido
EDUCAÇÃO
UFGD abre as inscrições para o Vestibular 2021 nesta segunda-feira

Mais Lidas

RIO BRILHANTE
Homem de 56 anos cai de trator e morre atropelado em fazenda
ESTADO
Confraternização em fazenda termina com tragédia após briga familiar
TRAGÉDIA
Bombeiro em Dourados morre durante acidente em Santa Catarina
DOURADOS
Amigos e familiares de entregador morto em acidente pedem que justiça seja feita