Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021
(67) 99257-3397

BNDES aprova ajuda à Brasil Ferrovias para reduzir gargalos

28 outubro 2004 - 18h03

A diretoria do BNDES aprovou nesta quarta-feira protocolo de intenções com o grupo Brasil Ferrovias (formado pelas empresas Ferronorte, Ferroban e Novoeste) para reestruturar e consolidar o sistema ferroviário Sudeste/Centro-Oeste. Com o protocolo, o BNDES passa a ter 31% do capital social da Ferronorte, por meio da conversão de R$ 249 milhões da dívida da ferrovia em ações. Além disso, o banco aportará R$ 150 milhões na Ferronorte e comprará R$ 120 milhões em debêntures da Novoeste, permutáveis em ações da Ferronorte. No período de 2004 a 2009, o BNDES e os acionistas da Brasil Ferrovias, como os fundos de pensão Previ e Funcef, vão investir R$ 1,6 bilhão no negócio, sendo R$ 446 milhões na recuperação de vias permanentes, R$ 848 milhões na compra de locomotivas e vagões e R$ 339 milhões na manutenção da frota e outros custos. Segundo o banco de fomento, o objetivo da reestruturação é criar corredores logísticos integrados independentes (bitola larga e estreita) de alta performance, ligando a região de maior crescimento na produção de grãos destinados à exportação (Centro-Oeste) ao Porto de Santos, com distância superior a 1.000 Km, de forma a eliminar gargalos logísticos e otimizar o escoamento da produção agrícola e industrial. Durante a assinatura do protocolo, Darc Costa destacou a importância do acordo para a recuperação da malha ferroviária brasileira, que considera o meio mais eficiente e econômico para o escoamento da produção agroexportadora em trechos de mais de 500 quilômetros. - Esta não é uma operação meramente financeira, mas de desenvolvimento, que exige o cumprimento de metas. O BNDES tem compromisso com o sistema ferroviário nacional, instrumento importante para o crescimento do país - declarou o vice-presidente do BNDES, Darc Costa. - Precisamos construir um novo sistema ferroviário para integrar o mercado. O processo de privatização em nada estruturou esse sistema. Estamos consertando os esqueletos da privatização - acrescentou Costa. A transformação do protocolo de intenções em ajuda efetiva depende da regularização de pendências da Brasil Ferrovias com o governo e a Rede Ferroviária Federal, como questões trabalhistas e impostos. O prazo dado pelo BNDES para os litígios serem resolvidos termina em 180 dias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME AMBIENTAL
Usina sucroenergética é multada em R$ 2,550 mi por incêndio em matas
BRASIL
Deputados aprovam texto-base de projeto sobre regularização fundiária
Avião apreendido com cocaína é de piloto do MS preso por tráfico
EDUCAÇÃO
UFGD oferece vagas em disciplinas isoladas em mestrado e doutorado
Mulher é multada em R$ 5 mil por construção de um rancho pesqueiro
MEIO AMBIENTE
Mulher é multada em R$ 5 mil por construção de um rancho pesqueiro
FUTEBOL
Vanderlei Luxemburgo é o novo técnico do Cruzeiro
NOVA ANDRADINA
Polícia apreende 310 quilos de maconha e 16,5 quilos de skunk na BR-376
REGIÃO
Agosto Lilás, lança campanha de enfrentamento à violência doméstica
Arara-canindé morre eletrocutada após bater em fiação de energia
COMISSÃO
Deputados convocam Braga Netto a explicar suposta ameaça às eleições

Mais Lidas

DOURADOS
Assessora vai à polícia e diz que foi ameaçada de morte por vereadora
DOURADOS
Após ideia da filha, empresária cria 'varal comunitário' para ajudar quem tem frio
MORTE A ESCLARECER 
Encontrado inconsciente em praça, idoso morre no HV após passar uma semana internado
DOURADOS 
Usuário de drogas procura delegacia após ser assaltado em boca de fumo