Menu
Busca domingo, 29 de março de 2020
(67) 9860-3221

Beber cerveja não dá barriga e faz bem à saúde, diz estudo

16 fevereiro 2013 - 15h29

De acordo com uma nova pesquisa, a tal "barriguinha de cerveja" seria um mito, e além de não engordar, a cerveja poderia trazer benefícios à saúde como prover vitaminas e prevenir doenças do coração, osteoporose e diabetes. Os dados são do Daily Mail.

O site apresenta o estudo, chamado Beer & Calories; A Scientific Review, patrocinado por uma empresa de bebidas, que aponta como um benefício da cerveja também o fato de conter menos calorias do que o vinho ou um suco de laranja, por exemplo.

No entanto, a professora de nutrição da Universidade de Nova York, Marion Nestle, afirma que a cerveja tem calorias e que, só por isso, pode engordar. "Excesso de álcool aumenta o risco de doenças no fígado e a cerveja pode ocasionar isso tanto quanto qualquer outra bebida. Mas a maior parte das 'barrigas de cerveja' resultam do excesso de caloria de modo geral, inclusive pelo consumo de cerveja", disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COXIM
Jovem de 17 anos esfaqueia tio por causa de buzina de carro
PANDEMIA
Ex-técnico René Simões testa positivo para o novo coronavírus
TRÊS MESES
Governo prorroga receitas de medicamentos da Casa de Saúde
74 ANOS
Bahia registra primeira morte de paciente com coronavírus
DOURADOS
Jovem tem moto furtada ao estacionar em via pública por 15 minutos
INTERIOR
Comerciante entrega R$ 15 mil para bandidos que mantinham família refém
FRONTEIRA
Acidente na MS-164 em Ponta Porã leva pai e filho a óbito
DOURADOS
Homem escala muro e entra pela sacada de apartamento para cometer roubo
INTERNACIONAL
EUA e Coreia do Sul investigam disparo de projéteis norte-coreanos
TRÂNSITO
Confusão envolvendo policial tem homem baleado em Campo Grande

Mais Lidas

COVID-19
Saúde confirma coronavírus para mulher internada em Dourados e casos chegam a 28 em MS
COVID-19
Dourados confirma primeiro caso do novo coronavírus
COVID-19
Mulher de 52 anos é o 2º caso de coronavírus em Dourados, total no Estado é de 31
DOURADOS
Sindicato emite nota e diz que empregados foram obrigados a participar de ato