Menu
Busca terça, 07 de julho de 2020
(67) 99659-5905
ENERGIA

Bandeira tarifária segue verde em março; conta não terá cobrança extra

28 fevereiro 2020 - 19h35Por Agência Brasil

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) informou nesta sexta-feira, dia 28 de fevereiro, que manterá no mês de março a bandeira tarifária na cor verde, sem cobrança extra na conta do consumidor. A bandeira foi a mesma aplicada em fevereiro.

De acordo com a agência, a decisão de manter a bandeira na cor verde se deve a recuperação nos níveis dos reservatórios em virtude do volume razoável de chuvas no mês de fevereiro. 

"Em fevereiro, os principais reservatórios de hidrelétricas do Sistema Interligado Nacional (SIN) apresentaram recuperação de níveis em razão do volume de chuvas próximo ao padrão histórico do mês. A previsão para março é de manutenção dessa condição hidrológica favorável, o que aponta para um cenário com elevada participação das hidrelétricas no atendimento à demanda de energia do SIN, reduzindo a necessidade de acionamento do parque termelétrico", informou a Aneel.

Segundo a agência, o volume de chuvas refletiu-se na redução do preço da energia no mercado de curto prazo (PLD) e dos custos relacionados ao risco hidrológico (GSF). O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada.

Criado pela Aneel , o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias tem três cores: verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2), que indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

"Os recursos pagos pelos consumidores vão para uma conta específica e depois são repassados às distribuidoras de energia para compensar o custo extra da produção de energia em períodos de seca, informou a Aneel.

O acréscimo cobrado na conta pelo acionamento da bandeira amarela passou é de R$ 1,34 a cada 100 kWh consumidos. Já a bandeira vermelha patamar 1, o valor a mais cobrado é de R$ 4,16 a cada 100 kWh e no patamar 2 da bandeira o valor é de R$ 6,24 por 100 kWh consumidos. A bandeira verde não tem cobrança extra.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INFORME PUBLICITÁRIO
A luz azul: o que faz bem e o que faz mal
NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS
Aprenda como identificar imóveis no perfil do cliente e aumentar as vendas
MS
Construção da nova sede da polícia militar em Jardim é iniciada
CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul não passa dos 37% em taxa de isolamento social
PANDEMIA
Aprovado na Capital projeto que obriga empresas a informar casos de Covid-19
MATO GROSSO DO SUL
Saúde divulga informações sobre a pandemia através de painel digital
ESPORTES
Campeonato Brasileiro de Natação é cancelado por causa de pandemia
PANDEMIA
MS tem quase 4,6 mil exames sem encerramento em plataforma
TRÁFICO
Carro com mais de 200kg de maconha é apreendido em MS
DOURADOS
Profissionais são convocados para contratação temporária no enfrentamento ao Covid-19

Mais Lidas

DOURADOS
Antes do crime, homem que matou secretário havia sido demitido por não usar máscara
DOURADOS
Acusado de matar secretário em Dourados acaba preso em barreira sanitária
DOURADOS
Carro que atingiu ciclista pega fogo após bater em árvore ao lado de Avenida
DOURADOS
Adolescente pilota moto embriagado e tio morre após queda na Coronel Ponciano