Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
DINHEIRO

Auxílio emergencial: Onyx promete pagar R$ 300 a partir de quarta

28 setembro 2020 - 21h50Por G 1

O pagamento do Auxílio Emergencial no valor de R$ 300 para pessoas que não fazem parte do Bolsa Família começa a partir da próxima quarta-feira, dia 30 de setembro. O anúncio foi feito pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, durante reunião com o governador mineiro Romeu Zema (Novo) nesta segunda-feira (28), em Belo Horizonte, em que anunciou liberação de recursos para o Programa de Aquisição de Alimentos.

"Até o final da tarde, a gente publica uma portaria que estabelece o pagamento a partir de quarta-feira de mais 30 milhões de pessoas. Já devemos ter publicado no extra de hoje o anexo com calendário de pagamentos. Estamos nos detalhes finais. A partir de quarta-feira a Caixa começa a pagar as pessoas que não estão no Bolsa Família".
O ministro também falou sobre o Renda Cidadã, programa que o governo federal pretende implementar no próximo ano. Sem mencionar a polêmica da utilização de recursos de precatórios e também dinheiro federal do Fundeb (Fundo de Financiamento de Educação Básica), Onyx garantiu que já é possível disponibilizar R$ 35 bilhões ao programa.

"O Renda Cidadã, nós temos programa pronto há muitos meses, desde quando eu estava na Casa Civil, desde novembro do ano passado. Montamos um programa com três grandes eixos, o primeiro deles é o mérito, a empregabilidade e foco na primeira infância".

Segundo o ministro, mais de 1,5 milhão de crianças do Bolsa Família serão premiadas pelo desempenho na escola; dez mil também receberão prêmio por desempenho em jogos estudantis e outros dez mil que tiverem destaque nas olimpíadas do conhecimento.

Ao ser questionado sobre a acusação feita pelo ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, de ter feito gravações de deputados durante reunião, Onyx se irritou.

“Eu lutei para que aquela proposta feita pelos procuradores da Lava Jato fosse aprovada pelo parlamento. Primeiro, lutei com todas as forças para mantê-las intactas. Esta afirmação é mentira. Segundo, o ex-deputado e ex-ministro sofre de um sintoma muito grave, de falta de luz. Terceiro, eu tenho mais o que fazer do que preocupar com fofoca de ex-ministro e de ex-deputado.”

Programa de Aquisição de Alimentos

Durante solenidade na Cidade Administrativa, na Região Norte de Belo Horizonte, o Ministro Onyx Lorenzoni anunciou a liberação de R$ 6,2 milhões para o Programa de Aquisição de Alimentos em Minas Gerais. O programa permite que estados e municípios comprem alimentos da agricultura familiar para fornecer a pessoas em situação vulnerável, sem processo licitatório.

"Grande massa de pequenos produtores rurais que tiveram renda impactada pela pandemia, devido a ausência de feira e de merenda escolar, tem enfrentado dificuldade muito grande. Este programa vem para dar estabilidade, porque ajuda quem consome e quem produz", finalizou o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo).

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
UFGD realiza colação de grau de diversos cursos por webconferência
CRIME AMBIENTAL
Homem é multado em R$ 3 mil por matar cachorro de vizinho a pauladas
PONTA PORÃ
Bombeira salva bebê com cordão umbilical enrolado no pescoço
EDUCAÇÃO
UEMS oferta mais de 400 vagas para cursos de graduação EaD em 12 polos
PEDRO GOMES
‘Benzedeira do PCC’ promete amor de volta e mulher perde R$ 17 mil
LEVANTAMENTO
Dourados mantém saldo positivo de empregos pelo quinto mês seguido
DOURADOS
Investigação termina com apreensão de adolescente, drogas, arma e munições
BRASIL
Barroso pede a candidatos que sigam alertas para evitar covid-19
MATO GROSSO DO SUL
Governador autoriza promoções e progressões para Bombeiros e Polícia Militar
CLIMA
Chuva acumulada em Dourados pode superar média histórica de outubro

Mais Lidas

DOURADOS
Enquanto filma chuva, interno mostra ‘plantação’ de maconha em cela da PED
BR-463
Homem para carro em bloqueio, desce atirando e morre em confronto com a polícia
PANDEMIA
Menino de 5 anos é a primeira criança a morrer de coronavírus em MS
PROCURADO
Acusado pela morte de ator falsificou documento e disse ter nascido em MS