Menu
Busca terça, 01 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905

Campanha do Desarmamento recolhe 14% mais armas

17 dezembro 2012 - 18h45

Uma semana após lançar uma nova campanha publicitária para a entrega voluntária de armas, o Ministério da Justiça contabiliza 509 armas de fogo entregues pela população, o que significa um aumento de 14% em relação à semana anterior, quando foram recolhidas 445 armas em quase todo o país.

São Paulo lidera o ranking de entrega de armas, com 149 unidades; o Rio Grande do Sul recolheu 82 e Minas Gerais 66. São Paulo também ocupa a primeira posição na lista nacional, em números absolutos (17mil 759), desde a edição da campanha de 2011. No mesmo período, em números relativos, por 100 mil habitantes, a lista passa a ser: Rio Grande do Sul, Acre, Bahia e São Paulo. Minas Gerais sustenta o nono lugar.

Os três tipos de armas mais entregues nessa semana foram: revólver (298), espingarda (83) e pistolas (45).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Menina de seis anos tem nariz reconstruído após levar tiro de fuzil
FRONTEIRA
Menina de seis anos tem nariz reconstruído após levar tiro de fuzil
STF
Nunes Marques adia decisão sobre bloqueio de perfis por Bolsonaro
CAPITAL
Para traficar drogas, homem escondia maconha no guarda-roupa de filhos
FÓRMULA 1
Pietro Fittipaldi substituirá Grosjean na Haas e Brasil volta a F-1
DENÚNCIA
Mulher é presa por deixar filhos sozinhos para consumir drogas
UEMS
Inscrições para Mestrado e Doutorado em Recursos Naturais terminam na quinta
Mulher é presa levando droga ao filho em preso em dobra de cobertor
BANDEIRA VERMELHA
Conta de luz voltará a ter taxa extra a partir de amanhã, e a mais cara
Jovem encontrado morto no rio Aquidauana tinha 21 anos
BALANÇO
Desmatamento na Amazônia cresce 9,5% em um ano, aponta Inpe

Mais Lidas

PODER PÚBLICO
Gaeco volta às ruas de Dourados com nova operação
POLICIAL
Criminoso imita abordagem de polícia para cometer roubo em Dourados
BR-376
Acidente entre Dourados e Fátima do Sul deixa um morto e dois feridos
PANDEMIA
Covid volta a matar e Dourados acumula 120 vítimas da doença