Menu
Busca terça, 18 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Ar seco predomina sobre o Brasil

15 agosto 2004 - 06h55

Uma grande massa de ar seco predomina sobre o Brasil e dificulta a formação de nuvens no interior do país. Neste domingo, o céu continua com poucas nuvens em quase todo o Sul, Centro-Oeste e Sudeste. Uma frente fria avança sobre o centro-leste da Argentina e Uruguai, aumentando a nebulosidade no Rio Grande do Sul. Mas, por enquanto, são apenas nuvens altas que não trazem chuva. Muitas áreas de instabilidade estão sobre o mar, ao largo do litoral do Sudeste e Nordeste do Brasil. Esses sistemas deixam o tempo mais chuvoso neste domingo desde Sergipe até o litoral do Ceará. Estas nuuvens se espalham também sobre o Estado do Rio, no Espírito Santo, no leste e nordeste mineiros. Mas o céu não chega a ficar nublado. O calor e a umidade alta formam nuvens tropicais por quase toda Região Norte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHAPADÃO DO SUL
Motorista tem perna esquerda estilhaçada em explosão de compressor de ar
IstoÉ
Michelle Bolsonaro perde processo e terá de pagar indenização de R$ 15 mil
CAPITAL
Preso, rapaz diz que espancou idoso por ele 'mexer' com sobrinho de 1 ano
UEMS
Mestrado em Educação Científica e Matemática prorroga inscrições até junho
CORUMBÁ
Após assaltar papelaria, ladrão tenta fugir para mata e invade residência
SAÚDE
Diretora do Conselho de Farmácia alerta para uso irracional de medicamentos
Polícia do Paraguai apreende cocaína escondida em chifre ornamental
GOVERNO BOLSONARO
Ocupação irregular na Amazônia cresceu 56% em dois anos, diz instituto
ANTÔNIO JOÃO
Homem é preso por tentar matar adolescente de 17 anos a tiros
REGIÃO
Inscrições para processo seletivo de estágio em Angélica são prorrogadas

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS