Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99659-5905

Aposentados e pensionistas devem fazer recadastramento a partir de hoje

01 março 2013 - 10h21

#####Agência Brasil

Começa hoje (1º) o prazo para que aposentados e pensionistas civis da administração pública federal façam o recadastramento anual. Anistiados políticos civis também devem atualizar os dados. De acordo com o Ministério do Planejamento, a ação vai abranger 710 mil beneficiários.

No mês de aniversário, essas pessoas deverão comparecer a uma das agências do Banco do Brasil (BB), da Caixa Econômica Federal ou do Banco de Brasília (BRB), em qualquer local do país, para fazer a chamada comprovação de vida. Nesses bancos, estão concentrados cerca de 90% do pagamento dos benefícios. Somente em março, o ministério espera recadastrar 58 mil pessoas.

Os aposentados, pensionistas e anistiados devem apresentar um documento oficial de identificação (identidade ou carteira profissional) e o CPF.

O ministério informa que o governo vai enviar carta para informar sobre a necessidade de fazer o recadastramento. Entretanto, mesmo quem não receber a carta de convocação deve ir a uma agência de um dos três bancos, no mês de aniversário.

Os aposentados, pensionistas e anistiados que fizeram aniversário em janeiro e fevereiro deste ano vão aguardar 2014 para fazer o recadastramento.

Quem não tiver condições de ir a uma agência bancária precisará agendar uma visita técnica. Isso pode ser feito pelo próprio interessado ou por qualquer outra pessoa, ligando para a Central de Atendimento Alô Segep, pelo telefone 0800 978 2328, ou para a unidade de Recursos Humanos do órgão a que está vinculado. Também está à disposição o e-mail

Quem não se recadastrar nos prazos determinados pode deixar de receber o benefício. De acordo com o ministério, o prazo é o mês de aniversário e, vencido esse período, haverá mais uma chance nos 30 dias seguintes. Se mesmo assim não houver comparecimento, o benefício será suspenso até que a situação cadastral seja regularizada.

De acordo com o ministério, anteriormente o recadastramento estava centralizado na antiga Secretaria de Recursos Humanos. Como o número de pessoas é muito grande para uma capacidade operativa pequena, o sistema ficou inviabilizado. Agora, com a parceira com os bancos, foi implantado o novo modelo de recadastramento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONTRABANDO
Veículos com produtos avaliados em mais e R$1 mi são apreendidos
BRASIL
Confiança dos Serviços cresce 2,9 pontos em setembro, diz FGV
TRÁFICO DE DROGAS
Maconha apreendida em caminhão tanque pesou mais de 9 toneladas
DOURADOS
Intervenção na Funsaud chega ao fim após mais de um ano
DOURADOS
Suspeito de conduzir caminhão com 33t de maconha é preso no MT
SAÚDE & BEM - ESTAR
TPM e Hipnose Clínica: O recurso está na mente!
DOURADOS
Planos de escolas particulares serão analisados ‘em período epidemiológico oportuno’
INFORME PUBLICITÁRIO
Dalfort entrega obra com até 20% de economia e com prazo de conclusão reduzido
DOURADOS
Homem denunciado por violência doméstica é encontrado com arma dentro do veículo
DOURADOS
Entre vereadores que buscam seguir na vida pública, seis empobreceram no mandato

Mais Lidas

POLÍCIA
Comerciante morre em acidente na MS-276
REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
LAGUNA CARAPÃ
Homem sente falta de esposa, vai procurar e a encontra morta em poço
DOURADOS
Festa com mais de cem pessoas é encerrada no Novo Horizonte