Menu
Busca sexta, 23 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Após decisão do STJD, Corinthians pode disparar no Brasileiro

03 outubro 2005 - 09h12

Após a anulação dos 11 jogos do Brasileiro que foram apitados por Edílson Pereira de Carvalho, o equilíbrio que vinha marcando a disputa pelo topo da competição pode dar lugar a uma disparada do Corinthians. A equipe paulista, que neste domingo ganhou do Brasiliense por 3 a 2, no estádio do Pacaembu, abriu três pontos de vantagem na liderança do Nacional após o presidente do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), Luiz Zveiter, comunicar a anulação dos jogos apitados por Carvalho. Se não houvesse a anulação, o Corinthians também estaria na liderança, mas a vantagem para o vice seria de um ponto. O cenário futuro, porém, apresenta-se ainda mais favorável para o time de Antônio Lopes, já que as derrotas para Santos (4 a 2) e São Paulo (3 a 2) estão entre os jogos anulados. A decisão não agradou aos dirigentes do São Paulo, que terão que enfrentar o Corinthians e a Ponte Preta novamente. "Foi tomada uma decisão sem pensar nas conseqüências. Claramente, o Corinthians foi o maior beneficiado", disse o superintendente de futebol do São Paulo, Marco Aurélio Cunha, neste domingo. Desta forma, uma das projeções possíveis indica que o Corinthians pode abrir até nove pontos de vantagem na primeira colocação após a disputa dos 11 jogos. Para isso, bastaria ao time vencer os dois clássicos e o Internacional e Fluminense tropeçarem nos jogos que disputarão novamente. A equipe gaúcha teve anulada a vitória por 3 a 2 sobre o Coritiba, enquanto o Fluminense teve dois de seus jogos anulados --vitória contra o Brasiliense (3 a 0) e derrota para o Juventude (2 a 0). Com a anulação dos jogos, o Internacional caiu para o terceiro lugar, com 49 pontos, e o Fluminense, para quarto (48) --o Corinthians lidera com 53, três à frente do Goiás. Considerando as partidas que serão refeitas, o time gaúcho seria o segundo (52), e o Fluminense, o terceiro (51). O maior prejudicado com a anulação das 11 partidas foi o Cruzeiro, que terá que enfrentar o Paysandu e o Botafogo novamente. A equipe mineira havia vencido as duas partidas. A decisão do STJD fez o Cruzeiro despencar cinco posições --o time está em 13º, mas seria o oitavo. O escândalo de arbitragem nasceu com investigações da Polícia Federal e do Ministério Público. Gravações telefônicas revelaram um esquema formado por juízes que aceitavam manipular jogos para favorecer empresários que apostavam em sites ilegais. Edílson Pereira de Carvalho admitiu que manipulava resultados de algumas partidas para favorecer grupo de apostadores. O árbitro paulista confessou ter recebido proposta para negociar sete partidas, que abrangem o Brasileiro, o Paulista e a Libertadores. Com informações da Folha Online.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Após comprar moto furtada, jovem é preso por receptação
DOURADOS
Após comprar moto furtada, jovem é preso por receptação
Renato Câmara reforça pedido de vacinação de professores e administrativos da rede estadual
IMUNIZAÇÃO
Renato Câmara reforça pedido de vacinação de professores e administrativos da rede estadual
MS
Profissionais da área da saúde são convocados em processos seletivos do Governo
Idosa denuncia sobrinha por furto em Dourados
POLÍCIA
Idosa denuncia sobrinha por furto em Dourados
Idoso morre no Hospital da Vida quase uma semana após cair de telhado
ACIDENTE
Idoso morre no Hospital da Vida quase uma semana após cair de telhado
IMUNIZAÇÃO
Douradenses vacinados contra Covid-19 são quase 50 mil
OPORTUNIDADE
Empresas do setor da construção civil abrem processo seletivo pela Funtrab
COVID
Uma dose de vacinas reduz infecção em até 65%, revela estudo
É LEI
ICMS Educacional é promulgado e altera Constituição de Mato Grosso do Sul
COVID-19
Dourados receberá mais 6,7 mil doses de vacinas do novo lote

Mais Lidas

DOURADOS
Grupo receberia comissão se conseguisse negociar carga de maconha no Água Boa
DOURADOS
Jovem confessa 18 tiros, mas diz que idoso morreu antes por enforcamento
IVINHEMA
Polícia encontra mais de 800kg de maconha em casa alugada para o tráfico
DOURADOS
Ladrão invade alojamento do Hospital da Vida e leva pertences de enfermeiras