Menu
Busca quinta, 29 de julho de 2021
(67) 99257-3397

Após atuações históricas, Brasil desenha folga na 3ª posição

21 julho 2007 - 06h35

A sexta-feira do Pan-Americano do Rio de Janeiro foi recheada de atuações históricas. Thiago Pereira conquistou seu quinto ouro nas piscinas e passou a marca de Fernando Scherer, do Pan de 99. Marta, a melhor do mundo, estreou no Maracanã com cinco gols. Tiago Camilo voltou a brilhar e conquistou um ouro em apenas dois minutos no tatame.

Tudo um aperitivo para o que pode vir neste fim de semana, para o Brasil, que já está isolado na terceira posição do quadro de medalhas, possa abrir ainda mais vantagem no quadro de medalhas. Enquanto os rivais canadenses não têm nenhuma barbada, entre os brasileiros sobram favoritos.

No sábado, o dia começa com a natação. A modalidade mais vitoriosa do Brasil até agora no Rio de Janeiro, com oito ouros e 18 medalhas, vive a expectativa de Thiago Pereira: se vencer os 200 m peito, supera a lenda norte-americana Mark Spitz, que no Pan de Winnipeg, em 1967 conquistou seis ouros.

Depois é a vez do judô, que em seis concorrentes até agora, trouxe seis medalhas e dois ouros. No sábado, lutam medalhistas olímpicos, como Flávio Canto e Leandro Guilheiro, e medalhistas pan-americanos, como Danielle Zangrando.

O handebol feminino, que, com uma base formada por atletas que atuam na Europa, não tem rivais no continente e enfrenta Cuba, às 17 horas, na final. Fecha o dia, às 22 horas em Copacabana, o vôlei de praia feminino, das bicampeãs mundiais Juliana e Larissa.

No domingo, o dia pode ser ainda mais dourado. Thiago Pereira nada mais duas vezes, é favorito em uma delas e pode, pelo menos numericamente e em um evento de menor expressão, bater a marca de sete ouros de Spitz das Olimpíadas de Munique, em 1972.

Além disso, na maratona feminina a catarinense Márcia Narloch é a atual campeã pan-americana, assim como Marcel Stürmer na patinação artística. No judô, é dia, por exemplo, do campeão mundial João Derly, sem contar no handebol masculino, ouro em Santo Domingo, mas que tem uma parada dura contra a Argentina.

O dia mais uma vez termina com bicampeões mundiais, Ricardo e Emanuel, que, às 22 horas na praia de Copacabana, disputam a final do vôlei de praia. Enquanto isso, os canadenses podem abocanhar ouros solitários na esgrima, na natação ou no tiro esportivo

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDRO JUAN
Mulher fica gravemente ferida ao ser atacada a facadas pelo ex-namorado
POLÍTICA
STF reage e diz que uma mentira contada mil vezes não vira verdade
GERAL
Novo golpe do cartão filma seus dados durante entrega de aplicativo
PRONUNCIAMENTO
Ministro pede que brasileiros tomem a segunda dose da vacina
Tranquila sob árvore, babá é atingida por veículo desgovernado
Tranquila sob árvore, babá é atingida por veículo desgovernado
VACINA
Saúde vai fazer estudo para avaliar eficácia da 3ª dose da CoronaVac
CAPITAL
Dupla furta mais de 30 vestidos e ateliê estima prejuízo de R$ 40 mil
BRASIL
Bolsonaro sanciona programa de combate à violência contra a mulher
TRÁFICO
Com foto de Pablo Escobar na parede, traficante é preso no Paraguai
DOURADOS
Ação conjunta realiza trabalho de Marco de Concreto na Usina Velha

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente no Centro deixa motociclista com fratura na perna e motorista foge
DOURADOS
Drogas e submetralhadora são apreendidos no Idelfonso Pedroso
FRONTEIRA
Casal é executado por "justiceiros" enquanto comemorava aniversário
DOURADOS
Justiça converte em preventiva prisão de jovem que matou adolescente atropelado