Menu
Busca quinta, 02 de dezembro de 2021
Dourados
33°max
20°min
Campo Grande
30°max
22°min
Três Lagoas
35°max
22°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
PANDEMIA

Anvisa recomenda ao governo exigência de vacina para entrada no Brasil

25 novembro 2021 - 16h28Por Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou novas recomendações ao governo federal sobre viagens ao Brasil. As diretrizes trazem avaliações do órgão sanitário sobre os protocolos que devem ser adotados para a entrada no país. Mas a transformação em regra depende do governo federal.

Em notas técnicas, a Agência defende que a política para as fronteiras seja revista, com o estabelecimento da cobrança de prova de vacinação para turistas e outros viajantes que desejam vir ao país de avião ou por via terrestre, em combinação com protocolos de testagem.

A equipe técnica da agência argumenta que a medida pode dificultar que o Brasil se torne um destino para não vacinados. Sem essa exigência, pessoas que não se imunizaram podem trazer mais riscos aos brasileiros.

Os viajantes teriam de ter concluído o esquema vacinal pelo menos 14 dias antes da partida para o Brasil. Como parâmetro de análise, seriam aceitos os imunizantes aprovados ou pela Anvisa ou pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Quase todos os países que exigem a vacinação como um dos requisitos para entrada de viajantes internacionais em seus territórios, exigem que a vacinação tenha ocorrido a pelo menos 14 dias, ou seja, que sejam somados 14 dias da data da última dose ou dose única”, justifica a nota técnica.

Via aérea

Para a entrada por via aérea, um procedimento sugerido é a testagem com métodos como antígenos ou medição de ampliação de ácidos nucleicos. Para não vacinados, a agência propõe quarentena até o resultado negativo dos testes laboratoriais (RT-PCR), que deve ser realizado a partir do quinto dia de chegada.

“Se a recomendação for acatada, sugerimos que seja previsto um termo que o viajante apresente à Polícia Federal ou outra autoridade de fronteira, em que declare onde cumprirá o período de auto quarentena”, diz a nota técnica.

Por fim, o documento recomenda que seja colocado para os viajantes a assinatura de uma declaração de viagem, com a inserção de informações sobre sintomas e contatos do viajante, para que as autoridades sanitárias possam tomar providências.

Via terrestre

Para o trânsito de pessoas de fora por rodovias, para além da recomendação de prova de vacinação, a Anvisa defende que não seja permitida a entrada de pessoas não vacinadas. “Os não vacinados, caso queiram adentrar em território nacional, devem utilizar o modal aéreo, em que os controles são mais adequados”, diz a nota da agência.

O documento da agência, no entanto, prevê exceções para a prova de vacinação. Uma delas seria no caso de pessoas trabalhando no transporte de cargas. Outra seria a dispensa no caso de países em que a cobertura vacinal tenha chegado a uma situação de imunidade coletiva.

Secretários

Os conselhos dos secretários estaduais (Conass) e municipais de Saúde (Conasems) divulgaram nota manifestando apoio às notas técnicas da Anvisa com as recomendações de novas regras para a entrada no Brasil.

“O recrudescimento da pandemia em países europeus e o aumento de casos nos EUA, e Canadá, bem como em países da América do Sul, tais como Bolívia, Equador e Paraguai, conforme informação divulgada hoje pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), exigem que o Brasil adote medidas sanitárias adicionais, de modo a proteger sua população”, diz o texto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Capitão Contar questiona pontuação diferenciada para grupos específicos em processo seletivo
LEGISLATIVO DE MS
Capitão Contar questiona pontuação diferenciada para grupos específicos em processo seletivo
Cocaína apreendida no Parque Alvorada é avaliada em R$ 1 milhão
ENTREPOSTO
Cocaína apreendida no Parque Alvorada é avaliada em R$ 1 milhão
Senado aprova Auxílio Brasil, programa social que substitui o Bolsa Família
ECONOMIA
Senado aprova Auxílio Brasil, programa social que substitui o Bolsa Família
Aplicação de 2ª e 3ª doses contra Covid continua no Dom Teodardo Leitz
SEXTA-FEIRA
Aplicação de 2ª e 3ª doses contra Covid continua no Dom Teodardo Leitz
PANDEMIA
Ministério confirma cinco casos da variante Ômicron no Brasil
NOVA ANDRADINA
Cinco são presos por furto de motos, um deles utilizava tornozeleira eletrônica
REGIÃO
Filhotes de capivara são capturados em chácara
ESPORTE
Grand Prix de judô paralímpico terá a participação de 11 sul-mato-grossenses
REGIÃO
Motorista é flagrado com mais de 3 toneladas de maconha na BR-463
DIREITOS HUMANOS
Comissão debate educação inclusiva para alunos com autismo

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Caminhoneiro que morreu em acidente na Serra de Maracaju era douradense
PONTA PORÃ
Morre agente de saúde alvo de atentado a tiros na fronteira
DARK CARD
Operação que apura desvios de recursos públicos feitos por servidores mira oficina em Dourados
DOURADOS
Homem persegue trio que invadiu o comércio dele e consegue recuperar celulares