sexta, 01 de julho de 2022
Dourados
30°max
15°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
SAÚDE

Anvisa pede uso de máscara para adiar chegada da varíola dos macacos

24 maio 2022 - 13h00Por Agência Brasil

Diante do aumento no número de casos da varíola de macaco, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu nota reforçando a necessidade de adoção de medidas "não farmacológicas", como distanciamento físico, uso de máscaras de proteção e higienização frequente das mãos, em aeroportos e aeronaves, para retardar a entrada do vírus no Brasil.

A varíola de macaco é uma doença pouco conhecida porque a incidência é maior na África. Até o momento, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) há 131 casos confirmados de varíola dos macacos, registrados fora do continente africano e 106 outros casos suspeitos, desde que o primeiro foi relatado em 7 de maio.

"A Anvisa mantém-se alerta e vigilante quanto ao cenário epidemiológico nacional e internacional, acompanhando os dados disponíveis e a evolução da doença, a fim de que possa ajustar as medidas sanitárias oportunamente, caso seja necessário à proteção da saúde da população", diz a nota divulgada ontem (23).

Ainda, de acordo com a agência, essas recomendações protegem não só contra a varíola e a covid-19, mas também contra muitas doenças infectocontagiosas.

"Tais medidas não farmacológicas, como o distanciamento físico sempre que possível, o uso de máscaras de proteção e a higienização frequente das mãos, têm o condão de proteger o indivíduo e a coletividade não apenas contra a covid-19, mas também contra outras doenças", reitera a Anvisa.

Diante do quadro, o Ministério da Saúde criou uma sala de situação para monitorar o cenário da varíola dos macacos no Brasil. A medida, anunciada pela pasta na noite desta segunda-feira (23), tem como objetivo elaborar um plano de ação para o rastreamento de casos suspeitos e na definição do diagnóstico clínico e laboratorial para a doença.

"Até o momento, não há notificação de casos suspeitos da doença no país", informou o Ministério da Saúde, em nota. A pasta afirma que encaminhou aos estados um comunicado de risco sobre a patologia, com orientações aos profissionais de saúde e informações disponíveis até o momento sobre a doença.

Deixe seu Comentário

Leia Também

'Boca de fumo' é fechada em Coxim e homem de 45 anos é preso
MATO GROSSO DO SUL

'Boca de fumo' é fechada em Coxim e homem de 45 anos é preso

POLÍTICA

Dinheiro de leilões de bens do tráfico é usado para combate às drogas

Ministério da Justiça deflagra nona fase da Operação Luz na Infância
BRASIL

Ministério da Justiça deflagra nona fase da Operação Luz na Infância

CAMPO GRANDE

Hemosul lança o Selo Conexão para as empresas parceiras

ECONOMIA

Aneel leiloa 13 lotes de transmissão de energia

CAPITAL

Homem é preso por uso de documento falso e furto qualificado

FUTEBOL

América-MG derrota Botafogo e fica perto das quartas da Copa do Brasil

CORUMBÁ

Com o apoio de policial aposentado, foragido da justiça é capturado

ECONOMIA

BC admite oficialmente estouro da meta de inflação em 2022

TRÁFICO DE DROGAS

Tabletes de maconha abandonados em ônibus de linha são apreendidos

Mais Lidas

UM MORTO E OUTRO FERIDO

Alvos de disparos, jovens foram perseguidos por três homens quando saíam de uma conveniência 

DOURADOS

Jovem é baleado por homem de moto enquanto caminhava na Cohab II

TRAGÉDIA

Douradense morre e pai de vereador fica ferido em acidente no Mato Grosso

TRÁFICO

Ônibus com placas de Dourados é apreendido em SP com quase 100 quilos de cocaína