Menu
Busca sábado, 31 de julho de 2021
(67) 99257-3397

AMD dobrou a participação no mercado do Brasil

13 novembro 2004 - 12h33

Os executivos da segunda maior fabricante de chips para computador do planeta, a americana AMD, enxergam o Brasil como a terra da prosperidade. Enquanto no resto do mundo a companhia não supera a marca de 20% em participação de mercado, no País cerca de 44,5% dos computadores vendidos contêm em seu interior o produto da AMD. A empresa também comemora o crescimento de 8% no mercado nacional de computadores corporativos de médio porte, conhecidos como servidores, conquistados nos últimos 18 meses. “Nossa operação teve o mais rápido crescimento de clientes corporativos de toda a empresa”, afirma José Scodiero, gerente geral da AMD para o Brasil e Cone Sul. O segredo para os bons resultados é o aumento do portfólio de produtos, a oferta de equipamento para testes nos clientes, o fortalecimento das parcerias com fabricante nacionais e internacionais como a Hewlett-Packard, Sun Microsystems e Itautec, e um custo-benefício atrativo ao bolso do consumidor brasileiro. “Não há custos adicionais como os de marketing em nossos produtos”, diz o executivo. Além disso, a companhia possui uma grande rede de distribuidores, revendedores e integradores, pessoas ou empresas que montam PCs informalmente. “São mais de 10 mil revendedores espalhados em todo o País. Temos sólidas raízes nesse mercado”, explica Scodiero. Segundo o analista da consultoria Meta Group, Steve Kleynhans, o que diferencia a AMD de concorrentes como a Intel são seus baixos custos. “Por ter menos fábricas e funcionários, a AMD ganha agilidade e competitividade”, diz. Ainda segundo o analista, como a AMD não tem nada a perder, arrisca-se mais do que a concorrente Intel, que necessita manter sua liderança nas vendas mundiais. “Nos últimos tempos, as inovações levadas aos seus produtos foram bem-sucedidas”, adiciona Kleynhans. A próxima batalha da AMD é ser uma das participantes do programa PC Conectado do governo federal, que investirá R$ 200 milhões na primeira fase dessa iniciativa. O projeto quer atingir 13,6 milhões de famílias com renda entre 3 a 10 salários mínimos. “Estima-se que os PCs custem R$ 1, 2 mil, parcelados em 24 vezes de R$ 50”, diz Ruy Mendez, presidente do Instituto Brasileiro da Convergência Digital (IBCD), parceiro do governo no projeto. O desafio da AMD nesse caso é que apesar de não estar totalmente definido, o projeto já conta com alguns requisitos que as empresas interessadas devem observar. Um deles é possuir o chip Celeron, fabricado exclusivamente pela Intel. “Já enfrentamos essa dificuldade em outras licitações e acho que também poderemos transpor essa barreira”, afirma Scodiero. A própria AMD desenvolve projetos de inclusão digital. Sua iniciativa, chamada de 50X15, quer levar acesso a metade da população do mundo até 2015. O primeiro passo foi dado no início de novembro na Índia, ao lançar um computador compcacto com funções moderadas (somente acesso à rede, e-mail e programas de texto e de planilhas), mas de fácil uso para um usuário iniciante. Naquele país, o produto é vendido por US$ 250. No caso do Brasil, a empresa precisa analisar os impactos tributários da importação do produto, mas mesmo assim Scodiero acredita que seu preço será tão competitivo quanto os oferecidos pelo PC Conectado do governo. É uma grande batalha que a AMD terá pela frente e seus executivos sabem como atuar. Afinal, é no Brasil que eles conseguem um desempenho tão satisfatório.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pessoas com 20 anos ou mais podem se vacinar em três unidades básicas de saúde
IMUNIZAÇÃO
Pessoas com 20 anos ou mais podem se vacinar em três unidades básicas de saúde
Traficantes abandonam caminhão com quase 700 quilos de maconha na BR-163
DOURADOS
Traficantes abandonam caminhão com quase 700 quilos de maconha na BR-163
TEMPO
Sábado de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
PARAGUAI
Corpos de militares foram destroçados por bomba enterrada na estrada
CORONAVAC
Butantan pede autorização para vacinar público entre 3 e 17 anos
CAPITAL
Acusado de matar homem com tiro na cabeça presta depoimento
ENERGIA MAIS CARA
Conta de energia continuará com taxa extra mais elevada em agosto
COSTA RICA
Corpo de trabalhador rural é encontrado em barco no Rio Taquari
IMUNIZAÇÂO
Brasil chega aos 100 milhões de vacinados com 1ª dose
CAPITAL
Após confusão, policial penal que atirou é preso e PM liberado

Mais Lidas

ACIDENTE DOMÉSTICO
Após discussão com entregador jovem acaba ferido
PARAGUAI
Militares executados na fronteira eram sargentos da FTC
PONTA PORÃ
Bilhete ao lado de corpo esquartejado indica próximos "alvos" de criminosos
CLIMA
Dourados bate recorde de frio no ano com geada forte