Menu
Busca quarta, 27 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
TRF3

Advogado está isento de anuidade da OAB a partir dos 70 anos de idade e 30 de contribuição

28 novembro 2020 - 19h00Por Assessoria/TRF3

A Sexta Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) confirmou decisão que suspendeu a cobrança de anuidade da Ordem dos Advogados do Brasil/ Secção São Paulo (OAB/SP) a um advogado desde a data que completou 70 anos, em 2012, e contava, cumulativamente, com 30 anos de contribuição à entidade. A isenção do pagamento deve retroagir a partir do efetivo implemento das duas condições exigidas.   

Para os magistrados, o advogado atendeu aos requisitos expressos no Provimento n° 111/2006, do Conselho Federal da OAB, que trata da isenção de anuidades. Ressaltaram, também, que a Lei 10.741/03 (Estatuto do Idoso) determina a prevalência do marco temporal mais benéfico ao idoso.  

Em primeiro grau, a Justiça Federal havia julgado procedente o direito ao profissional idoso e declarado a inexigibilidade de recolhimento de valores com vencimento posterior a 18/02/2012. Em decisão monocrática, o TRF3 confirmou a sentença. A entidade de classe, então, recorreu novamente pela reforma do julgamento.  

Ao analisar o recurso, o desembargador federal relator Souza Ribeiro afirmou que a OAB/SP apenas reiterou os argumentos já abordados no processo, com alegações genéricas ou repetidas, sem apresentar novos fundamentos capazes de contradizer a decisão monocrática.  

No seu voto, o magistrado salientou que o ato administrativo de reconhecimento do direito à isenção é de natureza declaratória e não constitutiva. “Uma vez tendo, portanto, o advogado completado 70 anos de idade e, cumulativamente, 30 anos de contribuição à OAB, faz jus à isenção pleiteada, a partir do cumprimento de tais requisitos – momento este em que se perfaz, pois, o direito ora em discussão”, afirmou.  

Assim, a Sexta Turma, por unanimidade, negou provimento à entidade de classe e manteve a decisão anterior. “A OAB deve prezar pela proteção ao advogado que trabalhou durante anos, geralmente durante toda sua vida profissional, motivo pelo qual merece especial atenção, sobretudo, quanto a seus direitos e prerrogativas”, concluiu o relator do acórdão. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dupla é presa após assaltar duas pessoas em Dourados
VILA ESPERANÇA
Dupla é presa após assaltar duas pessoas em Dourados
Incêndio na boate Kiss completa oito anos sem julgamento dos réus
TRAGÉDIA
Incêndio na boate Kiss completa oito anos sem julgamento dos réus
Frentista é assaltado durante madrugada em posto de combustível
DOURADOS 
Frentista é assaltado durante madrugada em posto de combustível
Ministra nega HC a acusado de ocultar provas do assassinato de Marielle Franco
STF
Ministra nega HC a acusado de ocultar provas do assassinato de Marielle Franco
Prefeitura pagará mais R$ 478 mil por mão de obra carcerária nos serviços urbanos
DOURADOS
Prefeitura pagará mais R$ 478 mil por mão de obra carcerária nos serviços urbanos
IMUNIZAÇÃO
MPF expede recomendação para garantir transparência nas ações de vacinação
DOURADOS
Chuva recorde preocupa produtores e já causa problemas nas lavouras de soja
LOTERIA
Ninguém acerta Mega-Sena e prêmio vai para R$ 4 milhões
DEFESA CIVIL
Apesar de chuva recorde e 1,4 mil em áreas de risco, Dourados não teve problemas graves
TV DOURADOS NEWS
Dia 7 de fevereiro acontece o vestibular da UFGD com orientações de Biosegurança

Mais Lidas

ACIDENTES
Trânsito de Dourados faz terceira vítima fatal no ano, todas motociclistas
TEIXEIRA
Ex-primeira-dama morre cinco dias após o marido em Dourados
BR-276
Carreta com quase dez toneladas de maconha é apreendida em Dourados
DOURADOS
Empresária leva prejuízo de R$ 7 mil ao ter loja arrombada por ladrões em bairro