Menu
Busca sábado, 08 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Botafogo empata com o Atlético (PR) no dia do seu centenário

12 agosto 2004 - 22h12

Não foi o presente de aniversário que a torcida do Botafogo esperava, mas o empate por 1 a 1 contra o Atlético-PR, na noite de hoje, no Caio Martins, e acabou não sendo um mau resultado. No dia em que completou 100 anos de existência, o alvinegro saiu atrás do marcador, mas depois de muito insistir, conseguiu empatar no segundo tempo, com Schwenck. Mas o resultado manteve o time carioca na zona do rebaixamento, com 22 pontos, na 22ª colocação. Aliás, os cariocas em nenhuma rodada deixaram de figurar entre os quatro últimos colocados do Campeonato Brasileiro. A partida marcou também o retorno de Levir Culpi ao Caio Martins. O técnico, que largou o Botafogo no início da competição depois da insistente perseguição que sofreu da torcida alvinegra, novamente foi hostilizado pelos torcedores botafoguenses, mas desta vez, ao menos, estava do lado oposto. Agora o Furacão chegou aos 38 pontos e terminou o primeiro turno na 4ª posição. Na partida, Washington fez o gol da equipe paranaense e chegou aos 13 gols na competição, estando apenas a dois de Alex Dias, do Goiás, artilheiro do Brasileiro até o momento. Ambos os times estréiam no segundo turno no próximo domingo. Às 16h, o Botafogo joga contra o Goiás, no Serra Dourada, enquanto o Atlético-PR entra em campo às 18h, quando recebe o São Paulo, na Arena da Baixada. O jogo:Mesmo sem contar com seu ataque titular, já que Luisão e Raul Estevez estão lesionados, o alvinegro começou melhor a partida e, empurrado pela sua torcida, sufocou o Furacão. Logo aos 7min, Carlos Alberto centrou na área, a bola passou por todo mundo e quase enganou Diego, que se esticou todo e espalmou. A equipe carioca continuou dominando a etapa e, aos 12min, Diego operou um verdadeiro milagre no Caio Martins. Primeiro defendeu um chute a queima-roupa de Fernando, que bateu forte da entrada da área. No rebote, Elvis chutou cruzado e o goleiro, no reflexo, mais uma vez fez difícil defesa. Depois disso, apesar de continuar com mais domínio de bola, o alvinegro passou a encontrar dificuldades para vencer a defesa paranaense. O Atlético-PR, por sua vez, começou timidamente a explorar os contra-ataques com Dagoberto. Num desses levou perigo pela primeira vez, aos 31min, quando deu seu primeiro chute ao gol carioca.Dagoberto avançou pela esquerda, limpou dois marcadores e bateu forte, cruzado. A bola passou raspando a trave esquerda de Jefferson. O lance animou os paranaenses, que logo em seguida abriram o marcador. Aos 34min, após lançamento longo, Washington saiu em disparada e disputou bola com Jefferson. O goleiro alvinegro tentou dar um chutão e pegou mal na bola. Washington então dominou pela ponta esquerda e, mesmo sem ângulo, encobriu Jefferson, marcando um golaço. O gol calou a torcida botafoguense no estádio e o time acusou o golpe. A partir daí, o Furacão tomou conta da etapa e passou a tocar bem a bola, não dando mais espaços aos donos da casa, que foram para os vestiários debaixo de vaias dos seus torcedores. O segundo tempo começou e a torcida alvinegra passou e pegar no pé do lateral-direito Rodrigo Fernandes, o vaiando sempre que tocava na bola. Mas foi dele o primeiro bom lance da etapa. Aos 9min, o lateral fez bela jogada pela direita e tocou para Almir, que sozinho na área chutou no canto, mas Diego mais uma vez salvou o Atlético-PR. Essa foi a última jogada de ataque de Rodrigo Fernandes, que deixou o campo aos 15min, sendo substituído por Túlio. Um pouco antes, Mauro Galvão tirou Carlos Alberto e lançou Teti, tornando o time mais ofensivo. O Botafogo passou a pressionar e por pouco não empatou aos 20min. Após cobrança de escanteio na área, Rafael Marques cabeceou e Fabiano, em cima da linha, evitou o gol. Entretanto, aos 25min, Fabiano passou de herói para vilão. O zagueiro se atrapalhou ao tentar sair jogando, pisou na bola e deu de bandeja para Schwenck. O atacante não perdoou e bateu forte de dentro da área, empatando a partida.O jogo ficou aberto e o rubro-negro passou a levar perigo nos contra-ataques. Aos 37min, Washington teve a chance de desempatar a favor dos visitantes. Depois de lançamento de Dagoberto, o centroavante entrou cara a cara com Jefferson, mas chutou fraco e facilitou a defesa do goleiro. Aos 42min, Jádson ainda arriscou de fora da área, mas Jefferson mergulhou no canto e praticou difícil defesa, no último bom momento da noite.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CPI
CPI mira vacinas em audiências com Anvisa e Pfizer
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
DIREITOS HUMANOS
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
Pauta do Plenário tem três MPs, Loteria da Saúde e proibição de reajuste de medicamentos
POLÍTICA
Pauta do Plenário tem três MPs, Loteria da Saúde e proibição de reajuste de medicamentos
Pesquisa mostra aprofundamento de desigualdades na infância
SAÚDE
Pesquisa mostra aprofundamento de desigualdades na infância
GERAL
Explosão de gás destrói restaurante em Belém
ASTRAZENECA
Ministério da Saúde anuncia distribuição de doses para próxima segunda
POLÍTICA
Secretaria da Mulher debate situação das domésticas na pandemia
DOURADOS
Polícia apreende drogas que seriam entregues à detento da PED
GERAL
Estágio de 20 toneladas de foguete chinês cairá na Terra até amanhã
POLÍCIA
PM prende pai e filho em Cassilândia

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido