Menu
Busca quinta, 04 de março de 2021
(67) 99257-3397

Bill Clinton e as jornalistas perdoadas chegam aos EUA

05 agosto 2009 - 11h16

O ex-presidente Bill Clinton e as jornalistas Euna Lee e Laura Ling, indultadas na véspera pela Coreia do Norte, chegaram nesta quarta-feira ao Estados Unidos, onde se reencontraram com suas famílias.

O avião que trouxe Clinton e as jornalistas posou no aeroporto de Burbank (California, oeste), onde era esperado por cerca de 200 jornalistas.

Em sua primeira declaração, as jornalistas expressaram sua profunda gratidão a Bill Clinton

Chorando, a americana-coreana Euna Lee, 36 anos, abraçou a filha de 4 anos ao pé da escada do avião.

Da mesma forma, a sino-americana Laura Ling, 32, teve um encontro emocionado com membros de sua família.

Ling agradeceu à "equipe super-legal" de Bill Clinton por sua libertação e admitiu que teve medo de ser enviada para um campo de trabalhos forçados.

"Até 30 horas atrás Euna Lee e eu éramos prisioneiras da Coreia do Norte", declarou Ling aos jornalistas em sua chegada ao aeroporto de Burbank, Califórnia, onde reencontrou a família.

"Temíamos que, a qualquer momento, seríamos enviadas para um campo de trabalhos forçados quando, de repente, nos disseram que íamos para uma reunião. Fomos levadas para uma sala e, quando cruzamos a porta, nos vimos diante do ex-presidente Bill Clinton", contou Ling.

Presente na chegada estava o ex-vice-presidente Al Gore, um dos fundadores do canal Current TV, para o qual as duas jornalistas trabalhavam quando foram presas em 17 março por ter atravessado ilegalmente a fronteira entre a Coreia do Norte e a China.

O presidente Barack Obama saudou o extraordinário esforço humanitário do ex-presidente na Coreia do Norte.

"Nós estamos obviamente aliviados", afirmou Obama aos repórteres da Casa Branca, de onde acompanhou a chegada na Califórnia de Clinton com as jornalistas Euna Lee e Laura Ling.

"A reunião que todos nós vimos na televisão é uma fonte de felicidade, não apenas para as famílias, como para todo o país", afirmou Obama.

"Quero agradecer ao presidente Bill Clinton - e tive uma chance de falar isso com ele - pela extraordinário esforço humanitário que resultou na libertação das duas jornalistas".

Ele também agradeceu ao ex-vice-presidente Al Gore, que "que trabalhou incansavelmente a fim de alcançar um resultado positivo".

"Todos os americanos devem ser gratos aos ex-presidente Clinton e seu vice Gore por seu trabalho extraordinário", concluiu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO DE MS
Projeto que pune 'fura-fila' de vacina é aprovado na Assembleia de MS
MS se aproxima de 700 hospitalizados por coronavírus e UTI's/SUS estão lotadas
PANDEMIA 
MS se aproxima de 700 hospitalizados por coronavírus e UTI's/SUS estão lotadas
Intervenções urbanas de música serão realizadas na Praça Antônio João
CULTURA
Intervenções urbanas de música serão realizadas na Praça Antônio João
PF desarticula grupo especializado em tráfico internacional de drogas
BRASIL
PF desarticula grupo especializado em tráfico internacional de drogas
Três são detidos e polícia desarticula rede de comércio de drogas em cidade de MS
REGIÃO
Três são detidos e polícia desarticula rede de comércio de drogas em cidade de MS
PANDEMIA
MS é o estado que mais aplicou as duas doses da vacina contra a Covid-19
LEGISLATIVO DE MS
Estado pode ter lei que assegura os direitos das mulheres que sofram perda gestacional
ESTADO
Aberta seleção de médicos, farmacêutico e técnico de enfermagem para atuação na Agepen
ESTADO
Plantio do milho passa de 388 mil hectares e chuva pode atrasar ainda mais
PANDEMIA
Ministério da Saúde aprova R$ 420 mil para Dourados enfrentar a Covid-19

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados
TRAGÉDIA
Douradense que morreu em acidente no interior de SP tinha 58 anos