Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
PREFEITURA

Bilionário, orçamento de Dourados quase dobra em 10 anos

01 dezembro 2020 - 08h20Por André Bento

O bilionário orçamento de Dourados quase dobrou nos 10 anos recentes. Fixado em R$ 1,164 bilhão para o exercício financeiro de 2021, quando Alan Guedes (PP) deve comandar o Executivo municipal, era pouco superior a R$ 656,6 milhões em 2011, quando a atual prefeita, Délia Razuk (sem partido), conduziu a prefeitura pela primeira vez, interinamente.

Nessa década, o crescimento orçamentário do mais populoso município do interior de Mato Grosso do Sul foi superior a meio bilhão de reais, exatamente de R$ 507.345.797,00.

Aprovada pela Lei n° 3.422 de 11 de dezembro de 2010 e alterado pela Lei n° 3.423 de 17 de dezembro do mesmo ano, a peça orçamentária de 2011 estimava receita e fixada despesa no valor total consolidado de R$ 656.654.203,00, importando o Orçamento Fiscal em R$ 512.226.247,00 e o de Seguridade Social em R$ 144.427.956,00.

Para aquele exercício financeiro, foram destinados originalmente R$ 157.594.495,00 para a Secretaria Municipal de Saúde/Fundo Municipal de Saúde. 

Já a Secretaria Municipal de Educação contou com aporte de R$ 35.374.380,00, somados a outros R$ 52.932.142,00 do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica). 

Em 2012, o orçamento de Dourados foi de R$ 698.040.790,22, valor que caiu para R$ 694.325.050,48 em 2013, teve alta para R$ 708.600.000,00 em 2014 e seguiu a tendência de crescimento, fixado em R$ 770 milhões para 2015, em R$ 850 milhões para 2016, R$ 880 milhões para 2017 e R$ 916 milhões para 2018. 

A cifra bilionária foi alcançada pela primeira vez no exercício financeiro de 2019, quando a peça orçamentária enviada pela prefeita Délia Razuk fixou as receitas e despesas em R$ 1.018.000.000,00. 

Um ano depois, através da Lei nº 4.399 de 18 de dezembro de 2019, elevou o valor total previsto para R$ 1.110.000.000,00.

Mais recentemente, a Lei nº 4.528 de 11 de setembro de 2020, aprovada pela Câmara de Vereadores e sancionada pela chefe do Executivo com as diretrizes orçamentárias para o exercício de 2021 e outras providências, previa R$ 1.100.676.000,00 para o próximo ano.  

No entanto, o Projeto de lei n° 103/2020, enviado ao Legislativo neste ano pela atual prefeita, estima orçamento maior para o primeiro ano de governo do próximo gestor, em R$ 1.164.000.000,00. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TST considera fraudulento contrato de jogador e reconhece natureza salarial do direito de imagem
BRASIL
TST considera fraudulento contrato de jogador e reconhece natureza salarial do direito de imagem
LAVA JATO
Justiça Eleitoral vai julgar ação sobre empréstimo de R$ 12 milhões ao banco Schahin
MUNDO
Biden e Macron discutem defesa europeia e se reunirão em Roma
Jovem é autuado pela PMA por maus-tratos a uma cadela Pit Bull
MS
Jovem é autuado pela PMA por maus-tratos a uma cadela Pit Bull
Ministra Cármen Lúcia suspende reintegração de posse em Rondônia
STF
Ministra Cármen Lúcia suspende reintegração de posse em Rondônia
RIO MIRANDA
Catarinenses são multados em R$ 1,8 mil por pesca predatória em Bonito
JUDICIÁRIO
STJ define retorno de sessões presenciais para fevereiro de 2022 e dia de eleição para ministros
CAPITAL
Presidente do TJMS recebe medalhão comemorativo aos 100 anos da Justiça Militar
ROTINA
Trabalho híbrido pode piorar qualidade do sono, diz pesquisador
DOURADOS
Estado licitará na próxima semana R$ 20 milhões para revitalizar Coronel Ponciano

Mais Lidas

TRÁFICO
Mortos em queda de helicóptero com cocaína na fronteira são identificados
PRESIDENTE VARGAS
Escola dispensa alunos em Dourados após mensagens de ameaças
DOURADOS
Print tirado de conversa entre alunos resultou em mal-entendido e levou pânico a escola
DOURADOS
Homem é removido de grupo de whats e procura a delegacia