Menu
Busca segunda, 17 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Biblioteca da Unigran está interligada a banco nacional de dados

03 março 2011 - 07h08

Os usuários da Biblioteca da Unigran têm acesso a um gigantesco acervo de artigos e livros. Isso porque a Instituição está interligada a um sistema eletrônico que conecta várias bibliotecas do Brasil. Com esse sistema, denominado Comutação Bibliográfica (Comut), é possível que os estudantes utilizem, em suas pesquisas, materiais específicos, que constam nas melhores instituições de ensino.

O sistema é rápido, prático e seguro. “De dois a três dias o material está aqui, eles escaneiam o artigo e mandam, no caso, para o email desse aluno, mas, para isso, tem uma taxa que é a cada 20 folhas você paga um valor de R$ 8,00; então sai em conta, compensa ele pedir, ainda mais pela segurança que tem”, explica a bibliotecária da Instituição Claudia Maria da Costa.

Para buscar artigos ou outros materiais científicos é simples: o acadêmico faz a busca, primeiramente no próprio acervo da Unigran e, depois, caso não tenha encontrado o que precisa, os bibliotecários da Instituição solicitam, por meio do Comut, o material em outras bibliotecas. “Facilita muito no momento em que o aluno está fazendo o Trabalho de Conclusão de Curso que, muitas vezes, é de um assunto ainda não muito pesquisado”, diz a bibliotecária.

Entre as Universidades que participam do Comut, estão a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a principal vantagem que o sistema oferece é a segurança. “Para você fazer um trabalho assim, você tem que ter uma fonte segura. É isso que dá valor na tua pesquisa. Com esse sistema, o aluno tem a garantia da veracidade da fonte”, aponta Claudia, que complementa: “é importante ter essa ferramenta, é algo a mais para os acadêmicos desenvolverem e enriquecerem o seu trabalho”.

Inovação

A Biblioteca da Unigran ganha, neste ano, uma importante inovação – os computadores passam a ser ecologicamente corretos. “Nós buscamos uma solução para Biblioteca na seguinte forma: como os computadores ficam ligados de manhã até a noite, nós buscamos uma solução que seja ecologicamente correta. Então trocamos os computadores convencionais pelos ‘Thin Client”, explica Adriano Câmara, diretor de informática da Instituição.

Com a mudança, diminui o gasto de energia e a produção de lixo eletrônico. Além disso, possibilita uma “navegação mais rápida, atendendo uma reivindicação que era feita pelos alunos e proporciona aos usuários um maior tempo de uso”, finaliza o diretor.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UEMS
Mestrado em Educação Científica e Matemática prorroga inscrições até junho
CORUMBÁ
Após assaltar papelaria, ladrão tenta fugir para mata e invade residência
Diretora do Conselho de Farmácia alerta para uso irracional de medicamentos
SAÚDE
Diretora do Conselho de Farmácia alerta para uso irracional de medicamentos
Polícia do Paraguai apreende cocaína escondida em chifre ornamental
GOVERNO BOLSONARO
Ocupação irregular na Amazônia cresceu 56% em dois anos, diz instituto
ANTÔNIO JOÃO
Homem é preso por tentar matar adolescente de 17 anos a tiros
REGIÃO
Inscrições para processo seletivo de estágio em Angélica são prorrogadas
BATAGUASSU
Mulher pediu medida protetiva quatro dias antes de ser morta pelo ex
EMPREGO
Exército Brasileiro abre concursos para 170 vagas de nível superior
CORUMBÁ
Com veículo de locadora, homem tenta ir para a Bolívia visitar o irmão

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS