Menu
Busca segunda, 02 de agosto de 2021
(67) 99257-3397

Beneficiários do PIS são investigados em Três Lagoas

27 outubro 2004 - 16h14

A coordenadora do PIS - Programa de Inclusão Social de Três Lagoas, Rosires Magalhães, declarou hoje que algumas famílias cadastradas no Programa estão sendo investigadas. De acordo com a coordenadora, o dinheiro recebido pelo Programa Bolsa Escola e as cestas básicas recebidas pelo Programa Segurança Alimentar, estão tendo outro fim. Sem citar detalhes ou nomes, Rosires disse que algumas pessoas estão comprando droga e até mesmo bebida alcoólica e que já tem nomes e locais de troca. “Vamos desligar essas pessoas, além de denunciar para a polícia, pois o objetivo geral, principalmente do Programa Bolsa Escola é incentivar, por meio de apoio financeiro, o progresso educacional das crianças de famílias de menor renda, estimulando a universalização do ensino e contribuindo para a redução da evasão escolar e da repetência”, ameaçou. Em Três Lagoas, cerca de 10 mil pessoas são beneficiadas com os dois programas (Bolsa Escola e Segurança Alimentar).A coordenadora ainda disse que os objetivos específicos do Bolsa Escola é incentivar a escolarização; Integrar as famílias ao processo educacional de seus filhos; Reduzir as despesas decorrentes dos custos diretos causados pela evasão e repetência; Auxiliar no combate do trabalho infantil; Melhorar as condições financeiras e a qualidade de vida das famílias envolvidas no programa; Recuperar a dignidade das camadas excluídas da população; estimulando aumento da auto - estima e a esperança de futuro melhor para seus filhos.O Programa garante às famílias de até 1/2 salário mínimo "per capita", R$15,00 (quinze reais) para alunos matriculados no ensino fundamental desde que estejam dentro dos critérios a seguir: a família deverá residir no município de Três Lagoas; o aluno deverá estar matriculado no Ensino Fundamental; deverá ter de 6 a 16 anos; deverá ter freqüência mínima de 85% (revista de três em três meses) e cada família poderá receber o auxilio para no máximo de três filhos ou dependentes. O beneficio do Bolsa Escola é utilizado para a compra de material escolar, roupas e sapatos para as crianças beneficiarias e com alimentação. É expressamente proibido usar o Bolsa Escola para: compra de bebida alcoólica, cigarros, drogas, celulares, pagamentos de conta telefônica e aluguel. “O não cumprimento desses requisitos causará a suspensão do beneficio e se persistir o descumprimento, o beneficiário será desligado do programa”, finalizou. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARANAÍBA
Dono de ferro velho é preso por receptação com 80 metros de trilhos
Câmara de Dourados aprova 22 projetos de lei em sessão ordinária 
POLÍTICA
Câmara de Dourados aprova 22 projetos de lei em sessão ordinária 
Polícia prende traficante e batedor com 380 quilos de maconha e skunk
BONITO
Polícia prende traficante e batedor com 380 quilos de maconha e skunk
TJ/MS
Provas do concurso para cartórios extrajudiciais serão realizadas no dia 22
Criança com crises convulsivas no Pantanal é socorrida por avião
NÚMEROS DA PANDEMIA
Média móvel de mortes por Covid no Brasil fica abaixo de mil pelo 3º dia
GUIA LOPES
Empresário de 32 anos é encontrado morto na frente da residência
UFGD
Abertas as inscrições de trabalhos para o Seminário Regional de Extensão
Rapaz é preso embaixo da cama após agredir mulher e filha de 7 meses
TRÂNSITO
Contran divulga novas regras de segurança de caminhões basculantes

Mais Lidas

SP
Homem leva menina de 15 anos ao hospital e diz que ela morreu após sexo; polícia investiga
POLÍCIA
Jovem é agredida durante assalto em Dourados
PANDEMIA
Homem e mulher são mais recentes vítimas da Covid-19 em Dourados
PANDEMIA
Jovem de 21 anos e sem comorbidades é vítima do coronavírus em MS