Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Bancos começam antecipação do 13º salário de 2010

19 janeiro 2010 - 07h20

O Banco do Brasil anunciou nessa segunda linha de crédito que antecipa o 13º salário de 2010. O banco oferece a trabalhadores que recebem salário pela instituição a antecipação com taxa de juros de 2,59% ao mês. O crédito é de até 40% do valor para quem recebe o 13º em duas parcelas a cada semestre. Aposentados e pensionistas do INSS podem antecipar até 50% do abono.

O anúncio foi feito no mesmo dia em que a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou os resultados das pesquisas nacionais de Intenção de Consumo das Famílias e Endividamento e Inadimplência do Consumidor. Segundo o órgão, brasileiros estão otimistas em relação a 2010 e acreditam em melhoria profissional nos próximos meses, o que estimula o consumo.

Para 67,5% dos entrevistados, o momento é favorável para a compra de bens duráveis, usualmente adquiridos por meio de empréstimos e financiamento. Nesse contexto, o crédito consignado, que representa 60% do crédito pessoal, encontra fôlego para continuar em expansão em 2010. Segundo o presidente da Associação Nacional de Assistência ao Consumidor e Trabalhador, José Roberto de Oliveira, essa modalidade de empréstimo cresceu quase 40% em 2009.

Os economistas recomendam cuidado. De acordo com a CNC, 60,2% dos consumidores brasileiros já começaram 2010 endividados. Cerca de 28% têm contas atrasadas e 9,2% não vão conseguir pagar suas dívidas ao longo deste ano. "Essas estatísticas são inéditas. Os dados antecedem o consumo e mostram como estão as dívidas dos brasileiros. É bom para os empresários e para os consumidores ficarem alertas", afirma o economista da CNC, Bruno Fernandes.

O economista Gilberto Braga recomenda o uso do crédito consignado para pagamento de dívidas. Braga explica que essa é a forma mais econômica de financiamento, pois apresenta a menor taxa de juros, se comparada a outras, como no cheque especial e crédito direto. "Para quem já tem dívidas, é bom fazer essa troca. Faz o consignado no banco e quita o que está devendo. Quem for usar o 13º, no entanto, deve ficar alerta para não gastar mais do que deve".

Quem não tem dívidas, no entanto, deve passar longe do empréstimo, a não ser em casos de urgência. O advogado José Roberto Oliveira afirma que a maioria dos casos de inadimplência envolve créditos caros. "Se for comprar um carro, prefira financiar com a concessionária, que pode oferecer zero de juros. E negocie", diz.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Isenção de ICMS sobre subvenção tarifária é validada pela AL
BATAGUASSU
Homem é preso por furtar GPS de veículo oficial
ECONOMIA
Auxílio emergencial com valor menor pode custar R$ 17 bi por mês
DOURADOS
Audiências de prestação de contas do município acontece nesta sexta-feira
JUSTIÇA E SAÚDE
Revogada portaria com punições a quem descumpria quarentena
EFEITO COVID-19
Consultas para tratamento do câncer diminuem 30% em hospital de Campo Grande
POLÍTICA
População pode participar da revisão do Plano Diretor de Dourados
COVID-19
Planos de saúde incluirão mais 6 exames na lista obrigatória
MATO GROSSO DO SUL
Governo faz testes em massa de coronavírus em regiões com surto de Covid-19
NO PALÁCIO DA ALVORADA
Ação contra fake news é para censurar mídias sociais, diz Bolsonaro

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher