Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Banco Central projeta desemprego de 7,8% em 2010

22 dezembro 2009 - 16h16

O Banco Central (BC) espera que a taxa de desemprego em 2010 seja de 7,8%, na média. Se essa projeção se confirmar, será a menor da história, informou nesta terça-feira (22) o diretor de Política Econômica do BC, Mário Mesquita. Para dezembro de 2010, a previsão é de 6,5%.

Para 2009, na média, a estimativa é de 8,1%. Ao final deste mês, deve ficar em 6,6%. No final do ano, a taxa é menor porque tradicionalmente aumentam as contratações. Em 2008, a taxa média de desemprego foi de 7,9% e em 2007 de 9,3%.

“Não se efetivaram as projeções mais pessimistas sobre o mercado de trabalho neste ano, que não superou os dois dígitos como alguns pareciam acreditar”.

Segundo Mesquita, isso se deveu à desaceleração da taxa de crescimento da população economicamente ativa e manutenção do poder de compra da população.

Outro fator apontado por Mesquita é que os efeitos da crise financeira internacional foram mais fortes no setor industrial do que no segmento de serviços, que é mais intenso em contratação de mão de obra.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Homem acusado de esfaquear a mãe e um amigo da ex-mulher é preso
REMÉDIO CONTRA MALÁRIA
França proíbe uso da hidroxicloroquina para tratamento da Covid-19
PONTA PORÃ
Ambiental autua homem em R$ 15 mil por maus-tratos a animais
DATAFOLHA
Para 61% dos que viram reunião, Bolsonaro quis interferir na PF
POLÍCIA
Idosa é agredida após ter a casa invadida por morador de rua
CULTURA
CineClube UEMS terá encontros online com filmes sobre pandemia
LOTERIA
Confira os números da Mega-Sena, que paga prêmio de R$ 33 milhões
JARAGUARI
Caminhonete paraguaia com R$ 5 mil em multas é apreendida em MS
CORUMBÁ
Companhia aérea deve indenizar por atraso de voo sem justificar motivo
SAÚDE
HU de Dourados lança Manual de Aleitamento Materno em formato de livro

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher