Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Autores desistem de campanha que ligava cigarro a sexo forçado na França

25 fevereiro 2010 - 14h54

Os organizadores da polêmica campanha antitabaco que continha imagens de jovens simulando uma felação (sexo oral) forçada, com um cigarro na boca e com a mão de um adulto sobre a cabeça, anunciaram a retirada dos anúncios.

Diante das inúmeras críticas suscitadas, a associação de Direitos dos Não-Fumantes (DNF) divulgou um comunicado no qual confirma que a difusão dos cartazes que mostram as imagens "será limitada a ações muito pontuais já realizadas ou lançadas", informae jornal "Le Parisien".

 
 
 
Reprodução
Imagens da campanha que provoca polêmica na França.

É uma decisão que a DNF adota "para não aumentar ainda mais a polêmica e porque não é mais necessário divulgar a campanha".

Para os responsáveis da organização, a campanha, com o lema de "Fumar é ser escravo do tabaco", conseguiu o objetivo de abrir o debate sobre o problema do tabagismo entre os mais jovens, apesar das reações suscitadas.

As associações de defesa dos direitos da família e as organizações feministas foram as mais críticas com a iniciativa, que tacharam de escandalosa e ridícula.

Isso levou a Autoridade de Regulação Profissional da Publicidade (ARPP) a pedir a suspensão da campanha após argumentar que a mensagem pretendida é "ambígua" e sugere "cenas de agressão sexual".

"Que eu saiba, praticar uma felação não provoca câncer", afirmou nesta terça-feira, quando foram publicadas as imagens, Antoinette Fouque, uma das fundadoras do Movimento de Libertação da Mulher. 


Deixe seu Comentário

Leia Também

CORUMBÁ
Cinco funcionários são presas acusadas de venda e receptação de tijolos
PROTOCOLOS
Comitê de ações da UEMS publica Plano de Biossegurança Institucional
POLÍTICA
Planalto teme que quebra de sigilo repercuta na cassação de Bolsonaro
CAPITAL
Homem acusado de esfaquear a mãe e um amigo da ex-mulher é preso
REMÉDIO CONTRA MALÁRIA
França proíbe uso da hidroxicloroquina para tratamento da Covid-19
PONTA PORÃ
Ambiental autua homem em R$ 15 mil por maus-tratos a animais
DATAFOLHA
Para 61% dos que viram reunião, Bolsonaro quis interferir na PF
POLÍCIA
Idosa é agredida após ter a casa invadida por morador de rua
CULTURA
CineClube UEMS terá encontros online com filmes sobre pandemia
LOTERIA
Confira os números da Mega-Sena, que paga prêmio de R$ 33 milhões

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher