Menu
Busca sábado, 06 de março de 2021
(67) 99257-3397

Audiência com Zequinha Barbosa a CPMI é adiada

20 outubro 2003 - 15h42

A audiência pública marcada para esta terça-feira às 14 horas, no Senado Federal, em Brasília (DF), onde seriam ouvidos pela CMPI (Comissão Mista Parlamentar de Inquérito) da Exploração Sexual, o ex-atleta Zequinha Barbosa e seu assessor, Luiz Otávio, foi adiada. De acordo com o assessor da relatora da Comissão, Felipe de Angelis, a audiência pode acontecer ainda esta semana em horário normal da CPMI, que seria nesta quarta-feira, às 11 horas. Mas a data ainda não foi confirmada pela CMPI. Angelis informou ainda que a audiência foi adiada hoje, e que os motivos do adiamento ainda não foram explicados pela assessoria da CPMI. Zequinha Barbosa e Luiz Otávio são suspeitos de abuso e exploração sexual infantil. Em uma nota a imprensa divulgada no último dia 2, Zequinha alegou ser inocente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia usa drone para achar e prender suspeito de planejar morte de policial
LADÁRIO
Polícia usa drone para achar e prender suspeito de planejar morte de policial
IMUNIZANTE
Covid-19: Moderna confirma 13 milhões de doses da vacina para o Brasil
Motorista que saiu de MS é preso com cocaína em Minas Gerais
POLÍCIA
Motorista que saiu de MS é preso com cocaína em Minas Gerais
JUDICIÁRIO
TJ/MS divulga resultado da prova de sentença do Concurso da Magistratura
GPS e drone descobrem área de vegetação desmatada ilegalmente 
NOVA ANDRADINA
GPS e drone descobrem área de vegetação desmatada ilegalmente 
FUTEBOL
Lances de mão na bola terão novas regras; entenda o que muda
BATAGUASSU
Homem é encontrado morto com tiros na cabeça em área de pasto
PANTANAL
Agesul interdita parcialmente ponte na MS-243, na região do Nabileque
CORUMBÁ
Bombeiros suspendem buscas por homem desaparecido há 12 dias em fazenda
PAGAMENTO
Guedes diz que governo antecipará 13º de idosos e dos 'mais frágeis'

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
DIÁRIO OFICIAL
Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
MATO GROSSO DO SUL
Ministro da Justiça lamenta morte de coronel Adib e posta foto antiga do GOF