Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Atendimento médico fica restrito ao PAM até o próximo domingo

25 dezembro 2009 - 07h59

A Secretaria Municipal de Saúde definiu um esquema especial de atendimento na Rede Básica, durante o período das comemorações do Natal e Reveillon. De 24 a 27 de dezembro, os postos permanecem fechados, sendo que o atendimento será restrito ao PAM - Pronto Atendimento Médico de Dourados.

O PAM irá funcionar em sistema de plantão das 6 às 24 horas, com a inclusão do setor de pediatria para evitar sobrecarga no Hospital da Vida. Após este horário, quem precisar dos serviços da Rede de Saúde Pública, basta procurar as unidades hospitalares.

Na segunda-feira (28), as unidades básicas retomam o expediente normal. Segundo a Secretaria de Saúde, este atendimento especial visa manter a cobertura do SUS no município, mesmo na véspera e após o feriado nacional. Além do PAM, o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) também vai funcionar normalmente inclusive no dia 25 de dezembro. Qualquer ocorrência pode ser feita através do 192.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DATAFOLHA
Para 61% dos que viram reunião, Bolsonaro quis interferir na PF
POLÍCIA
Idosa é agredida após ter a casa invadida por morador de rua
CULTURA
CineClube UEMS terá encontros online com filmes sobre pandemia
LOTERIA
Confira os números da Mega-Sena, que paga prêmio de R$ 33 milhões
JARAGUARI
Caminhonete paraguaia com R$ 5 mil em multas é apreendida em MS
CORUMBÁ
Companhia aérea deve indenizar por atraso de voo sem justificar motivo
SAÚDE
HU de Dourados lança Manual de Aleitamento Materno em formato de livro
CAMPO GRANDE
Homem passa mal, mobiliza Bombeiros e Samu e morre a caminho de UPA
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra 1.086 mortes por Civid-19 em 24 horas e chega a 25.598
CAPITAL
Homem é encontrado na rua, vai para CTI e morre sem identificação

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher