Menu
Busca sexta, 22 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397

Ataques em série deixam ao menos 20 mortos em Bagdá

27 outubro 2003 - 07h25

O número de mortos nos cinco ataques que sacudiram Bagdá hoje já chega a 20, de acordo com fontes médicas da capital iraquiana. Os atentados tiveram como alvos quatro delegacias de polícia e a sede do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV). A madrugada na capital iraquiana começou com o ataque com oito mísseis Katiuska contra o Palácio da Conferência, situado em frente ao hotel Al-Rashid, ocupado pelas autoridades norte-americanas. Dois mísseis foram lançados desde o distrito vizinho de Al-Dora. Pouco depois o hotel Al-Mansur Meliá, muito destruído durante a guerra e agora abandonado, também foi alvo de um atentado com explosivos. Em seguida, a sede do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) em Bagdá foi atacada. Pelo menos 12 pessoas morreram e 15 ficaram feridas, quando uma ambulância carregada de explosivos foi detonada no hangar onde a organização internacional estaciona seus veículos, no bairro central de Kerrada. O ataque ocorreu por volta de 5h (horário local, 3h50 de Brasília). Conforme o porta-voz do CICV, Pascal Jansen, os mortos são dois seguranças iraquianos e oito funcionários que estavam em um caminhão. Outros dois homens que estavam dentro da ambulância também morreram. A explosão destruiu a fachada do edifício ocupado pela Cruz Vermelha na rua Al-Nival, destruiu as antenas de comunicação, e incendiou vários veículos. O pior ataque contra a força policial iraquiana aconteceu por volta das 8h30 (hora local, 3h30 de Brasília), quando um veículo carregado de explosivos conduzido por um suicida explodiu perto do posto de controle da delegacia de polícia de Al-Siadiya, no bairro de Shaab. Após a forte explosão, podia-se ver no local cerca de 20 carros em chamas e a fachada do edifício totalmente destruída. Entre os mortos, estão Haidar Hab, motorista do delegado, e um guia que colaborava com as tropas de ocupação. A resistência iraquiana atacou também os arredores do Ministério de Petróleo, Indústria e Mineração, assim como uma delegacia de polícia do distrito de Al-Baya, ao sul da cidade e onde vários policiais iraquianos e, possivelmente militares norte-americanos, ficaram feridos. Nesta violenta jornada no começo do Ramadã, outro ataque aconteceu no norte do país contra um trem que transportava produtos petrolíferos, segundo disseram testemunhas que não puderam apontar o destino dos ocupantes do comboio.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Sanesul apresenta investimentos em saneamento à prefeitura de Água Clara
IMUNIZAÇÃO
Projeto exige dados sobre raça, sexo e pessoa com deficiência em notificações de Covid
ESPORTE
Juventude bate Figueirense e segue na luta pelo acesso à Série A
Fisioterapia e Farmácia estão entre as profissões que mais crescem na pandemia
Fisioterapia e Farmácia estão entre as profissões que mais crescem na pandemia
R$ 7,9 MILHÕES
Rede de coleta de esgoto avança em Guia Lopes da Laguna
Vestibular 2021
Em Amambai, Uems oferece vagas para cursos de Ciências Sociais e História
POLÍTICA
Mauro Thronicke é a nova liderança emergente de Dourados e região
POLÍTICA
Decreto institui sistema que verifica emissões de carbono no agro
IMUNIZAÇÃO
Butantan inicia distribuição de 2º lote de vacinas após aval da Anvisa
FRONTEIRA
Homem é assassinado por pistoleiros em bairro de Pedro Juan

Mais Lidas

DOURADOS
Segundo corpo encontrado às margens da BR-163 é identificado
VIAGEM SANTA
PF deflagra operação contra tráfico de drogas em empresas de turismo religioso de Dourados
DOURADOS
Um dos corpos encontrados às margens da BR-163 foi quase decapitado
DOURADOS
Alvo da PF, empresário foi preso com armas e fortuna ao sofrer atentado em 2019