Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Associação do MPE cobra união contra o crime organizado

07 janeiro 2004 - 16h00

Em nota divulgada nesta tarde, a Associação sul-mato-grossense do Ministério Público faz um repúdio ao atentado sofrido no domingo pelo órgão, com o incêndio criminoso que destruiu cinco varros estacionados no prédio do MPE, no Parque dos Poderes, e cobra união entre as instituições para combater a violência e o crime organizado. Os promotores também cobram ações dos parlamentares para que haja medidas mais duras contra criminosos. O atentado foi direcionado ao Gaeco (Grupo Especial de Atuação e Combate ao Crime Organizado), segundo o que ficou apurado até agora.O “Manifesto de Repúdio e Alerta”, como foi intitulada a nota, afirma que o crime não fere apenas o MPE e uma vez que, na visão dos promotores, o atentado foi contra o “patrimônio do povo e, principalmente, uma violência contra o Estado Democrático de Direito”. Veja abaixo a íntegra da nota, em que a associação do MPE declara, ainda, que o ato criminoso não vai intimidar os promotores:  “MANIFESTO DE REPÚDIO E ALERTA”Em razão dos episódios ocorridos na madrugada do dia 04 de janeiro de 2004, no pátio da Procuradoria-Geral de Justiça do nosso Estado, órgão central de administração do Ministério Público Estadual, quando, criminosamente foram incendiados cinco veículos que ali se encontravam estacionados e, audaciosamente, com telefonemas ameaçadores à Entidade da classe, vem a Associação Sul-Mato-Grossense do Ministério Público, que congrega Procuradores de Justiça e Promotores de Justiça, manifestar o mais veemente repúdio pelos ocorridos, servindo também o presente de alerta às demais Instituições do nosso Estado, por entender que houve um sério atentado contra o patrimônio do povo e, principalmente, uma violência contra o Estado Democrático de Direito. É mister ressaltar que o Ministério Público, em nenhum momento, sentiu-se ou se sente atemorizado, mesmo porque a sua função primordial é a defesa da sociedade, devendo, inclusive, incrementar e aprofundar ainda mais suas atividades no combate ao crime organizado em nosso Estado.Entretanto, um fato que muito preocupa e para o qual devem ficar atentas as demais Instituições como a Magistratura, Procuradoria do Estado, Corporações Policiais, Ordem dos Advogados do Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia encontra cocaína em chaleiras que iriam para a Espanha
PARAGUAI
Polícia encontra cocaína em chaleiras que iriam para a Espanha
ESTADOS UNIDOS
Júri declara ex-policial Derek Chauvin culpado pela morte de George Floyd
Casal é preso enquanto aplicava golpe em seguradora da fronteira
Nelsinho Trad fará requerimento para profissionais de transporte de pessoas
POLÍTICA
Nelsinho Trad fará requerimento para profissionais de transporte de pessoas
DOURADOS
Motociclista morre no HV 18 dias após sofrer acidente no centro
UFGD
Prazo para inscrever projetos de Iniciação Científica termina na próxima semana
MEIO AMBIENTE
PMA de Dourados captura família de gambá no Jardim Água Boa
CÂMARA
Deputados aprovam urgência de projeto para privatizar os Correios
Transportando 26 cavalos ilegalmente, idoso é preso com dólares e reais
REGIÃO
Presidente da Assomasul destaca emenda que cria o ICMS Educacional 

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
LOTERIAS
Mega-Sena premia uma aposta com R$ 40 milhões e 11 douradenses acertam a Quadra
DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro