Menu
Busca quinta, 13 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Associação de juízes reconhece fraude na gestão anterior

14 janeiro 2011 - 10h29

O novo presidente da Ajufer (Associação dos Juízes Federais da 1ª Região), juiz Roberto Carvalho Veloso, reconheceu em discurso de posse, em dezembro, a fraude que desviou recursos de associados e da entidade durante a gestão anterior.

"Nossa principal tarefa será a defesa das vítimas do esquema reconhecidamente fraudulento", disse Veloso.

Ele foi diretor na gestão anterior e alegou que "foram realizados negócios de centenas de milhares de reais sem consulta à diretoria".

Em novembro, a Folha revelou que ao menos 235 juízes tiveram seus nomes usados em empréstimos fictícios firmados pela Ajufer com a Associação de Poupança e Empréstimo (Poupex), instituição vinculada à Fundação Habitacional do Exército.

A associação de juízes acumulou uma dívida de R$ 23 milhões com a Poupex e é alvo de cobrança na Justiça.

"Não manteremos em nossos quadros aqueles que contribuíram para enodoar nossa carreira", disse Veloso.

"Se alguns se beneficiaram, estes pagarão com os seus patrimônios o débito contraído". "A Ajufer não dispenderá um único centavo para pagamento de dinheiro desviado", disse.
Ele confirmou que os recursos transitavam por um caixa dois.

Sediada em Brasília, a Ajufer é a segunda maior entidade de juízes federais. A 1ª região tem 376 magistrados.

As irregularidades vieram à tona durante a campanha eleitoral na entidade, levando o então presidente, juiz federal Moacir Ferreira Ramos, a renunciar à presidência e à disputa. Ele sustentou que jamais foi favorecido.

Ramos foi afastado das funções de juiz. O CNJ abriu processo administrativo. Em dezembro, o ministro Marco Aurélio, do STF, em liminar, suspendeu seu afastamento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASILÂNDIA
Jovem de 23 anos destrói recepção de hospital durante surto
BRASÍLIA
Secretário Mario Frias é submetido a cateterismo de emergência
TRÊS LAGOAS
Homem que matou cantor a tiros em tabacaria é condenado a 46 anos
BRASIL
Câmara aprova projeto que pode restringir atuação da oposição
Homem contrai dívida de R$ 32 mil ao fazer portabilidade de empréstimo
BENEFÍCIO
Cultura prorroga prazo para entrega de documentação do FIC
POLÍCIA
Condutor de lancha envolvida em acidente com morte presta depoimento
EDUCAÇÃO
Metas do Inep para o ano não incluem aplicação do Enem 2021
IVINHEMA
Três dias depois de ser envenenada pela mãe, criança recebe alta
FERIADO
Comarca de Angélica não terá expediente amanhã e sexta-feira

Mais Lidas

PANDEMIA
Levado pela Covid-19, "João da União" deixa legado para família e em Dourados
INDÁPOLIS
'Frio' e com roupa ainda suja de sangue, assassino de tio não mostrou arrependimento ao ser preso
DOURADOS
Homem morre no HV após acidente com condutor que empinava moto
PANDEMIA
Novo decreto mantém toque de recolher às 21h e autoriza abertura de cinema em Dourados