Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Assembléia de educadores condena convocação de professores

18 fevereiro 2010 - 10h28

Durante Assembléia Geral realizada um dia antes do Carnaval, os educadores filiados ao
Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação – Simted de Dourados foram unânimes em reprovar o processo de convocação de professores da Rede Municipal de Ensino.

A diretoria do Simted já havia protestado contra a maneira desregulada pelo qual o processo estava sendo conduzido e na Assembléia referendaram tal decisão por unanimidade.

Na opinião deles e da diretoria do Simted, a prefeitura errou ao não informar os critérios para escolha dos professores para o ano letivo de 2010, se baseando somente em decretos que no conceito dos trabalhadores em educação são vagos, subjetivos, dão margem à dupla interpretação e ainda a
práticas de apadrinhamentos, o famoso “Q.I” (Quem Indica).

Para prevenir tais práticas, o Simted defendia desde novembro do ano passado que fossem estabelecidos critérios claros e objetivos, de modo quem os inscritos vissem como seriam avaliados os títulos que possuem e a classificação que tiveram.

Atualmente, uma comissão que até dois dias antes do início das aulas não tinha sequer a participação do Simted, é quem está coordenando o processo de escola dos docentes.

Convite atrasado

No ano passado o Simted demonstrou o interesse em se fazer representar na comissão constituída pela Secretaria Municipal de Educação à escolher os professores da Reme, mas o pedido não foi aceito pelos dirigentes da secretaria. Com a medida poderiam ser evitadas as suspeitas que recaem sobre o processo atual, mas, isso não foi feito.

Nesse ano o Simted cobrou de novo e não houve resposta até o último dia 05 de fevereiro, véspera do início das aulas, quando a prefeitura publicou o nome dos representantes do Simted em Diário Oficial. O detalhe nessa história toda, é que neste período já haviam sido convocados vários
professores e que ao Simted só foi permitido acompanhar a seleção dos professores da Educação Infantil que ainda não haviam sido convocados, sendo que a primeira reunião com o pessoal do sindicato presente só será realizada após o Carnaval, quase 15 depois do início das aulas.

Como o Simted foi convocado com muito atraso e ainda não foi atendido quanto à inserção de critérios nas escolhas de professores, o sindicato analisa a possibilidade de não participar da comissão, uma vez que caso haja falhas ou vícios durante o processo iniciado anteriormente, o sindicato pode ser até responsabilizado perante a Justiça.

O assunto está sendo estudado pela diretoria do Simted e foi apresentado durante a Assembléia Geral de hoje, onde recebeu apoio de vários dos presentes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DURANTE A PANDEMIA
Saiba quais foram as maiores lives musicais realizadas na internet
SOLIDARIEDADE
Ação de ONG leva roupas e itens de higiene para famílias de Campo Grande
BRASIL
Parques e igrejas de maior porte reabrem no DF na quarta-feira
CORRIDA ESPACIAL
SpaceX e Nasa lançam foguete com astronautas nos EUA
BRASIL
Cidade de São Paulo prorroga quarentena até 15 de junho
"RAÍZES"
Documentário sobre sacis filmado em MS tem estreia online em junho
EM MIRANDA
Mulher é estuprada após ser levada para quintal de residência
REDES SOCIAIS
Bolsonaro tira fotos sem máscara após ir a lanchonete em Goiás
NA CAPITAL
Criança fica ferida ao ser atropelada por moto em avenida de Campo Grande
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
EUA anunciam mais US$ 6 mi para ajudar Brasil no combate à pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos