Menu
Busca segunda, 12 de abril de 2021
(67) 99257-3397

As conveniências e suas inconveniências

05 outubro 2005 - 17h23

Evaldo Martines LopesCriadas para atender às necessidades dos consumidores, em especial nos horários em que não se pode encontrar abertos supermercados ou mercearias, as lojas de conveniência sem sombra de dúvida são diferenciais importantes para o conforto das pessoas e para a economia do município. Essas lojas têm facilitado em muito a vida dos consumidores que podem, a qualquer hora, encontrar variados produtos de qualidade.É cada vez mais freqüente o surgimento deste tipo de comércio em nossa cidade.Nas regiões periféricas de Dourados surgem a cada dia novas lojas de conveniências, e bem montadas.Algumas das que estão na periferia, além de oferecer excelentes produtos para os moradores dessas regiões, tornaram-se ponto de encontro da família, pois oferecem aos seus freqüentadores ambientes alegres e sadios, proporcionando-lhes momentos de alegria e divertimento.As que estão instaladas no centro da cidade geralmente estão em postos de combustíveis, se tornaram o “point da galera” e perderam suas funções originais.É comum vermos ao redor dos postos de combustíveis onde há uma loja de conveniência os jovens consumindo grande quantidade de bebida alcoólica, com o som de seus carros no último volume, provocando arruaça, quebrando garrafas no asfalto, fechando o acesso dos carros às garagens, e, principalmente, inibindo a presença daqueles que realmente necessitam utilizar a conveniência.Em alguns trechos da Avenida Weimar Gonçalves Torres, por exemplo, nos finais de semana, é quase impossível circular em função da quantidade das garrafas quebradas e espalhadas pelo asfalto e calçadas.Por tudo isso as lojas de conveniências em postos de combustíveis se tornaram inconvenientes.A solução para esses problemas não consiste em fechar as lojas de conveniências dos postos de combustíveis, mas é necessário que as autoridades, em especial as policiais, fiscalizem com rigor os pontos em que os vândalos promovem suas algazarras.Outro órgão que precisa atuar nestes pontos é o Conselho Tutelar, pois é grande o número de menores concentrados e consumindo bebida alcoólica.É um problema social, e toda a sociedade deve se manifestar.O autor é cidadão douradense

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia prende homem por roubo de veículo e descobre outros dois furtos
COMISSÃO NO SENADO
Pacheco fará consulta para saber se CPI pode investigar governadores
CRIME AMBIENTAL
Campo-grandense é multado em R$ 10 mil por construção em matas ciliares
ESPORTE
Com goleada, Aquidauanense garante classificação e Galo se complica na tabela
CAPITAL
Mulher é estuprada após se recusar a fazer sexo com marido
PANDEMIA
Brasil volta a bater média móvel de mortes por Covid, com 3.125 óbitos por dia
TRÁFICO
Professora flagrada com 91 kg de cocaína tem prisão preventiva decretada
UFGD
"Universidade pela vida: coisa tupyniquim" ganha espaço nas redes sociais
RIBAS DO RIO PARDO
Foragida, acusada de participar de tribunal do crime do PCC é presa
FUTEBOL
Conmebol divulga datas e horários da fase de grupos da Libertadores

Mais Lidas

HOMICÍDIO
Jovem é morta com tiros de escopeta em Itaporã
DOURADOS
Motociclista tem suspeita de fratura nas pernas após ser atingido por carro
ITAPORÃ
Jovem morta com tiros de escopeta tinha passagem por tráfico de drogas
PANDEMIA
Covid mata 11 pessoas em Dourados em dia de 149 novos casos