Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Ari diz que ex-prefeito deveria ser preso

06 março 2010 - 11h18

“Não me deixaram nem fazer a transição”, disse o prefeito, comentando as dificuldades que encontrou ao assumir o mandato em Dourados há quinze meses. Ele disse que assumiu a Prefeitura com uma dívida de mais de R$ 6 milhões só com iluminação pública.
De acordo com Ari Artuzi, quem deixou a dívida foi o ex-prefeito Laerte Tetila. “Ele deveria ser preso”, afirmou o prefeito, reclamando ainda de que existem um pequeno grupo “de ums cinco, seis pessoas que pagam uns três para colocar placas por aí contra mim”.
Recentemente, várias regiões da cidade foram “ocupadas” com placas mostrando uma caricatura do prefeito em meio ao matagal que existe e que vem sendo combatido só agora com a contratação de internos que cumprem pena em regime semi-aberto.
O prefeito de Dourados está sendo entrevistado pelos jornalistas Eduardo Palomita e Oswaldo Duarte na rádio Grande FM (92.1 khz). Vários secretários da Administração dele acompanham a entrevista nos estúdios da emissora.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Isenção de ICMS sobre subvenção tarifária é validada pela AL
BATAGUASSU
Homem é preso por furtar GPS de veículo oficial
ECONOMIA
Auxílio emergencial com valor menor pode custar R$ 17 bi por mês
DOURADOS
Audiências de prestação de contas do município acontece nesta sexta-feira
JUSTIÇA E SAÚDE
Revogada portaria com punições a quem descumpria quarentena
EFEITO COVID-19
Consultas para tratamento do câncer diminuem 30% em hospital de Campo Grande
POLÍTICA
População pode participar da revisão do Plano Diretor de Dourados
COVID-19
Planos de saúde incluirão mais 6 exames na lista obrigatória
MATO GROSSO DO SUL
Governo faz testes em massa de coronavírus em regiões com surto de Covid-19
NO PALÁCIO DA ALVORADA
Ação contra fake news é para censurar mídias sociais, diz Bolsonaro

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher