domingo, 23 de janeiro de 2022
Dourados
38°max
24°min
Campo Grande
35°max
23°min
Três Lagoas
39°max
24°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
MEDIDA

Aprovada PEC que cria a Polícia Penal em Mato Grosso do Sul

08 dezembro 2021 - 17h00Por Da redação

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul aprovou, nesta quarta-feira (8), por unanimidade, em segunda discussão, o Projeto de Emenda Constitucional 8/2019, que cria a Polícia Penal Estadual em Mato Grosso do Sul. Por se tratar de Emenda Constitucional, a matéria não carece de sanção do Governo e agora será publicada no Diário do Legislativo e no Diário Oficial do Estado.

Com a promulgação, a Polícia Penal em Mato Grosso do Sul passa a existir oficialmente na Constituição Estadual, integrando a Segurança Pública do Estado. Conforme o texto aprovado, os direitos inerentes à carreira policial penal abrangerão os atuais agentes penitenciários, que atuam na Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário).

"É um dia histórico para a categoria, um reconhecimento que esses profissionais tão essenciais para Segurança e Justiça em Mato Grosso do Sul estão recebendo", destacou o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves. "Nossos agradecimentos aos parlamentares e ao governador Reinaldo Azambuja por estarem sensíveis a esta causa, e à importância desta transformação para os servidores e também para a sociedade. É um sonho que virou realidade", agradeceu emocionado o dirigente, que também é servidor penitenciário de carreira.

O presidente do Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária (Sinsap/MS), André Luiz Santiago, enfatizou que a criação da Polícia Penal em Mato Grosso do Sul é resultado de uma luta de muitos anos da categoria. "Agradeço todo servidor que acreditou, que lutou, esteve nas mobilizações. Sem eles não estaríamos hoje vivendo este sonho", ressaltou.

Segundo Santiago, é uma conquista de muitas mãos, que envolveram também a direção da Agepen, o governador Reinaldo Azambuja, secretários, deputados estaduais e federais, prefeitos e vereadores. "Nos apoiaram para que tivéssemos este êxito", reforçou.

De autoria do deputado Coronel Davi, a PEC tem coautoria dos deputados Cabo Almi (PT – in memorian), deputado licenciado Eduardo Rocha (MDB), Evander Vendramini (PP), deputado Gerson Claro (PP), Herculano Borges (Solidariedade), Londres Machado (PSD), Onevan de Matos (PSDB – in memorian), Renato Câmara (MDB) e deputado Zé Teixeira (DEM). Hoje a proposta foi aprovada em segunda discussão e em redação final por ter sofrido emendas – confira a votação completa aqui.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Governador do Rio detalha ações do programa Cidade Integrada
BRASIL

Governador do Rio detalha ações do programa Cidade Integrada

Terceira Turma realizará primeiras sessões de fevereiro por videoconferência
STJ

Terceira Turma realizará primeiras sessões de fevereiro por videoconferência

BRASIL

PDT questiona medidas de desestatização da companhia de saneamento do RS

BRASIL

Mostra de Tiradentes discute mudanças do cinema em meio à pandemia

Distrito Federal inicia vacinação de crianças a partir de 6 anos
COVID-19

Distrito Federal inicia vacinação de crianças a partir de 6 anos

MS

No período de férias, Bombeiros alertam para cuidados durante as trilhas

PANDEMIA

STJ convoca sessão extraordinária do Pleno para discutir retorno das atividades presenciais

COVID-19

Reforço de marca diferente é mais eficaz para vacinados com CoronaVac

BRASIL

Livraria do STF disponibiliza downloads gratuitos de obras

V Concurso Extrajudicial

TJ convoca candidatos para prova escrita e prática no dia 6 de fevereiro

Mais Lidas

REGIÃO

Grave acidente deixa oito mortos em rodovia

DOURADOS

Morto em confronto, além de ser suspeito de morte de menor, tinha extensa ficha criminal

DOURADOS

Dois são flagrados com droga na PED

TRÁFICO DE DROGAS

Cocaína que saiu da região de fronteira do MS é interceptada em SP