Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Aposentado recupera a visão após olhar para o retrato da mulher

23 fevereiro 2011 - 10h43

Um aposentado britânico, diagnosticado com degeneração macular do tipo seca, uma doença incurável que leva à perda da visão, voltou a enxergar depois de segurar um retrato de sua mulher, já falecida.

George Hudspeth tinha sido registrado como pessoa cega há dez anos, quando foi feito o diagnóstico da doença. Há um ano ele perdeu totalmente a visão.

No entanto, os médicos do aposentado foram surpreendidos quando, repentinamente, ele voltou a enxergar. E tudo aconteceu depois de Hudspeth ter "conversado" com um retrato de sua esposa. Hudspeth contou que ainda não sabe exatamente como aconteceu.

"Sempre me perguntam isso. Não sei como aconteceu, apenas aconteceu", disse. "Eu estava sentado em frente à televisão, ouvindo a televisão. Então começaram as propagandas e eu comecei a conversar com a foto de minha mulher."

"Então, quando me virei, a televisão estava ligada. Isto me assustou e eu desliguei. Não sabia o que estava acontecendo", contou o aposentado. Hudspeth saiu da sala e preparou uma xícara de chá. Quando voltou, ligou a televisão novamente.

"E estava lá (a imagem), de novo, nas notícias das cinco horas. Eu não parei de assistir, assisti (a televisão) a noite inteira. E tem sido ótimo desde então", afirmou.

O aposentado contou que agora consegue enxergar as netas. "Eu tinha visto a mais velha antes, ela tem três anos de idade. Mas eu não tinha visto a mais nova, ela tem apenas cinco meses. E foi lindo vê-la. Ela tem um sorriso lindo."

Mistério
Helen Jackman, diretora-executiva da Sociedade de Degeneração Macular da Grã-Bretanha, acha maravilhoso que Hudspeth tenha voltado a enxergar mas não consegue imaginar qual seria a causa.

"Ele foi diagnosticado como degeneração macular do tipo seca. É uma doença que afeta a mácula e é a causa mais comum de perda de visão na Grã-Bretanha."

"O que acontece: a mácula é uma parte minúscula atrás da retina, do tamanho de um grão de arroz. E pode ficar danificada com o passar do tempo", explicou Jackman.

Ela afirma que o tipo de degeneração macular que afeta Hudspeth é incurável, o que "torna a história dele ainda mais incrível". "Não sei como ele conseguiu (enxergar de novo). Os médicos dele estão lutando para explicar."

A Sociedade de Degeneração Macular geralmente dá aconselhamento para as pessoas que sofrem da doença. "O que nós aconselhamos as pessoas a fazer é uma avaliação da visão, conseguir um bom aconselhamento sobre iluminação. Porque esta doença não deixa as pessoas completamente cegas, elas podem usar a visão periférica, então este caso é muito extraordinário."

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Homem morre após bater motocicleta na traseira de caminhonete
Dourados vai receber recursos para ampliação de esgotamento sanitário
SAÚDE
Dourados vai receber recursos para ampliação de esgotamento sanitário
BATAGUASSU
Ex-marido descarrega revólver contra mulher que fica em estado grave
EDUCAÇÃO
Professores desenvolvem projeto que busca integrar Escola e Universidade
Jovem de 21 anos é autuada por incêndio em vegetação e resíduos
Jovem de 21 anos é autuada por incêndio em vegetação e resíduos
SAÚDE
Anvisa autoriza produto à base de cannabis em projeto com a Fiocruz
POLÍCIA
Suspeito de assassinar artista plástica em Campo Grande é morto pela polícia
Governo libera R$ 2,61 bilhões para as universidades federais
AQUIDAUANA
Quadrilha especializada em abigeato é presa enquanto dividia carcaça de vaca
REGIÃO
Barbosinha ressalta trabalho de Tereza Cristina ao prestigiar entrega de títulos

Mais Lidas

DOURADOS
Descontrolado, pastor xinga policiais por ser orientado a diminuir som de igreja
PESQUISA
Estudo confirma presença de dinossauros em Mato Grosso do Sul
ARTISTA
Desenhista de MS "consagrado" por Silvio Santos terá novo encontro com apresentador
CORONAVÍRUS
Murilo Zauith passa por reabilitação e segue internado em SP