Menu
Busca quarta, 21 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
VIA LIBERADA

Após uma hora de negociações, indígenas pedem estudo antropológico e liberam perimetral

23 novembro 2017 - 13h05Por Guilherme Pires

Solicitando que a área que corresponde a aldeia indígena de Dourados possui cerca de 17 mil moradores, quando só comporta quatro mil, indígenas fecharam na manhã de hoje (23), a Perimetral Norte, entre a Avenida Presidente Vargas e a Penitenciária Estadual de Dourados (Ped).

De acordo com o Coordenador Geral da Funai de Dourados, Fernando Souza, os índios alegaram durante as negociações que duraram uma hora, além da demarcação de terra, um estudo antropológico que valorizará a cultura e sanará outros problemas. 

“São diversos os problemas sociais, pois segundo eles, não há espaço para tantos moradores, por isso, eles pediram que fosse enviado à Brasília o pedido do estudo antropológico nas aldeias de Dourados”, disse Fernando, ressaltando que a via já está liberada.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Deputados devem votar três matérias na Ordem do Dia desta quarta-feira
ELEIÇÕES 2020
Justiça Eleitoral aprova todas as candidaturas e douradense tem sete opções para prefeito
ECONOMIA
Produção industrial de MS tem melhor resultado para setembro desde 2010
CEUCI
Operação investiga crime ambiental em área indígena de MS
DOURADOS
Carona de motociclista que morreu em acidente com carreta corre risco de ter perna amputada
URUGUAI
Ex-presidente uruguaio, Mujica renuncia ao Senado e deixa política
DOURADOS
Vítima de acidente na Marcelino Pires morre na mesa de cirurgia
INTERLIGAÇÃO
Estado licita obra de implantação do corredor rodoviário no Pantanal
CHAPADÃO DO SUL
Motorista fica preso às ferragens após capotar caminhão várias vezes
INFORME PUBLICITÁRIO
Hotel Lago Azul em Bonito prepara pacotes Ano Novo e Carnaval

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente entre carreta e motocicleta mata mulher na BR-163
HOMICÍDIO EM 2013
Condenada pela morte do ex em Dourados é presa na Capital
DOURADOS
Motorista bêbado causa acidente em semáforo da Avenida Marcelino Pires
CONTRABANDO
Depósito de cigarros paraguaios é desarticulado após denúncia em Dourados