Menu
Busca sábado, 23 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
DOURADOS

Após tomate, alface “mirrado” é vendido a preço de ouro

20 janeiro 2016 - 17h05

A chuvarada dos últimos meses teve grande impacto na produção de frutas, verduras e hortaliças, com isso o preço de muitos dos produtos foram parar nas alturas. As mais afetadas foram as folhas produzidas na região da grande Dourados, para venda em supermercados e feiras.

A agricultora e feirante Paulina Toshiko Mikuawa Oshiro, 60, conta que nessa época do ano, a produção geralmente é menor devido ao clima e o consumo aumenta. A especificidade deste ano é que choveu muito, então a produção que já era pequena, teve a qualidade afetada.

Ela planta alface, repolho, milho, mandioca, quiabo e outros em sua propriedade. Lembra que as hortaliças foram as que mais sofreram com as chuvas, sendo que o que não foi afetado completamente teve algum tipo de comprometimento na qualidade.

“Todos os tipos de folhas sofreram um pouco. No meu caso o repolho, por exemplo, estragou todo. Já o alface, eu consegui produzir alguma coisa. Mas, teve vizinhos meus que tiveram a lavoura toda alagada e perderam uma safra inteira de alface”, conta ela.

Com pouco produto a oferecer e muita gente procurando, os preços foram parar nas alturas. Um pé de alface, por exemplo, que nessa época custaria em torno de R$ 2, é vendido a R$ 3 e achar um pé num tamanho razoável também não é nada fácil.

“Fui comprar um pé de alface no mercado e estava R$ 2,79, mas só tinha quatro folhinhas”, conta a manicure Nancy Billerbeck, 50. Ela então foi à feira a procura de outras variedades e também achou o produto caro. “A gente sabe que a culpa não é dos feirantes e que choveu muito, mas além de caro, está ‘mirrado’. Veja só, não tem condições de pagar tudo isso num pé como esse”, disse ela apontando um pé de um tamanho que cabia na palma da mão.

Para tentar economizar, ela adotou a estratégia de comprar frutas, verduras e hortaliças nas feiras. Isso porque como tem mais gente vendendo um mesmo produto, acredita que as chances de achar um mais ‘viçoso’ aumentam. “Eu fui ao mercado e tinha banana ao mesmo preço que na feira, mas a da aqui está maior e mais bonita”, conta ela.

Manicure Nancy adotou estratégia para comprar produtos melhores (Foto: Fabiane Dorta)

Outros produtos também foram afetados e estão com os preços nas alturas. O Dourados News já havia mostrado o preço do tomate, cenoura e batata, por exemplo, estavam altos, [relembre aqui]( http://www.douradosnews.com.br/dourados/chuva-e-alta-de-frete-faz-preco-de-tomate-chegar-a-quase-r-10). Os valores nas alturas também afetam outros produtos como brócolis e couve-flor, por exemplo.

Segundo o feirante Willian Akira Tanaka, 25, esses produtos vêm de outros Estados para revenda, como Paraná e Rio Grande Sul, que também foram afetados por chuva forte nesse início de ano. Com isso, um pé de couve-flor que seria vendido em média a R$ 6, hoje é encontrado por R$ 8. “Eu estou vendendo a R$ 8, mas tem lugares na cidade que o pessoal está vendendo a R$ 9 e até a R$ 10”, lembra.

Feirante William lembra que produtos que vem do sul do país tiveram grande impacto de preço (Foto: Fabiane Dorta)

Os feirantes lembram que mesmo com a chegada do sol, os preços não devem melhorar. Isso porque apesar das chuvas terem impactado um pouco mais na produção, ainda estamos diante uma entressafra. “Os preços só vão começar a reduzir a partir da chegada do outono e no inverno, como em todo ano”, lembra Tanaka.

Dourados registrou em 2015 o ano mais chuvoso em pelo menos três décadas, [relembre aqui](http://www.douradosnews.com.br/dourados/dourados-registra-o-ano-mais-chuvoso-em-pelo-menos-tres-decadas). Segundo o Guia Clima da Estação Meteorológica da Embrapa, este mês de janeiro também foi bastante chuvoso. Já foram 157.2 milímetros, sendo que o esperado para todo o mês é de 158.7 milímetros.

Produtos vendidos na feira foram bastante afetados pelas chuvas (Foto: Fabiane Dorta)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Astro do beisebol Hank Aaron morre aos 86 anos
ESPORTE
Astro do beisebol Hank Aaron morre aos 86 anos
NOVA ANDRADINA
Após acidente, condutores são autuados por dirigir sem CNH
PANDEMIA
Fiocruz finaliza análise de segurança e libera doses para distribuição
Justiça suspende pagamento do IPVA para pessoas com deficiência em SP
BRASIL
Justiça suspende pagamento do IPVA para pessoas com deficiência em SP
Polícia recupera veículo ao atender ocorrência em bar
REGIÃO
Polícia recupera veículo ao atender ocorrência em bar
EDUCAÇÃO
Maratona Enem faz aulão de revisão ao vivo para segundo dia de provas
REGIÃO
Homem é preso um dia depois de praticar assalto em Três Lagoas
PONTA PORÃ
Após tentativa de homicídio na fronteira, submetralhadora 9 mm é apreendida
PANDEMIA
MS confirma mais 23 óbitos por coronavírus e soma quase 12 mil em isolamento
ECONOMIA
Pendências com o Simples atingem quase dois terços das empresas

Mais Lidas

CENTRO
Primeiro acidente de trânsito com vítima fatal neste ano é registrado em Dourados
DOURADOS
Segundo corpo encontrado às margens da BR-163 é identificado
VIAGEM SANTA
PF deflagra operação contra tráfico de drogas em empresas de turismo religioso de Dourados
DOURADOS
Um dos corpos encontrados às margens da BR-163 foi quase decapitado