Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
LEVANTAMENTO

Após perda, volume de serviços em MS cresce 3,4% em agosto

14 outubro 2020 - 15h02Por Gizele Almeida com IBGE

Foi divulgada nesta quarta-feira (14), a PMS (Pesquisa Mensal de Serviços) realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) com dados positivos no volume de serviços em Mato Grosso do Sul. Houve um crescimento de 3,4% em agosto, no comparativo com julho. 

Apesar do resultado positivo em agosto, com a variação negativa de julho (0,8%) ainda não será possível recuperar o “fôlego” no segmento. 

Ainda conforme os dados, foram três taxas negativas seguidas, de março a maio, acumulando queda de 6,6% no período. Em junho, o volume de serviços registrou alta de 0,6% e em julho retornou à variação negativa de -0,8%.

O instituto avalia ainda que na série sem ajuste sazonal, no comparativo com 2019, o volume de serviços em MS retraiu 4,7%. 

Já na taxa dos últimos 12 meses subiu 0,7% em agosto de 2020, retornando a trajetória ascendente iniciada em janeiro de 2020 e rompida em março com o início da pandemia no Brasil. (Entenda mais na tabela abaixo).   

Conforme o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo, diferente do comércio e da indústria, o setor de serviços vem apresentando recuperação lenta por conta do caráter presencial de algumas atividades e do receio de algumas famílias em consumir esses serviços. 

“Os serviços prestados às famílias, que incluem restaurantes, hotéis, academias de ginástica e salões de beleza foram os que mais sentiram os efeitos adversos da pandemia. Com a retomada das atividades, algumas empresas abriram, mas com capacidade de atendimento limitada. Essas empresas mostram alguma recuperação, mas com um ‘teto de retomada’, já que não têm plena capacidade de atendimento, comparada ao período pré-pandemia. Isso piora com o receio de algumas famílias de consumir esses serviços, como ir a restaurantes ou viajar”, explica o gerente da pesquisa.

A nível nacional, o volume de serviços registrado no Brasil apresentou uma alta de 2,9%, de julho para agosto de 2020. No acumulado do ano, frente a igual período de 2019, o setor de serviços recuou 9,0%. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial a nascidos em fevereiro
Detran/MS dá início a curso para uso do talonário eletrônico em Dourados
CAPACITAÇÃO
Detran/MS dá início a curso para uso do talonário eletrônico em Dourados
REGIÃO
Governo lança sistema para melhorar atendimento aos migrantes
Coelho arranca gargalhadas e anima pessoas em Dourados
INFORME PUBLICITÁRIO
Coelho arranca gargalhadas e anima pessoas em Dourados
Uma classe unida fortalece a advocacia de todos, diz Beto Teixeira, candidato a presidente de OAB
TV DOURADOS NEWS
Uma classe unida fortalece a advocacia de todos, diz Beto Teixeira, candidato a presidente de OAB
FRONTEIRA
Apreendidos 246 quilos de cocaína nos destroços do helicóptero que caiu
INVESTIMENTO
Dourados recebe quase R$ 4 milhões em obras voltadas para o esporte
DETRAN
MS vai ter CNH Social para beneficiar cinco mil pessoas por ano
IMUNIZAÇÂO
Dourados segue com imunização contra Covid-19 nesta quinta-feira
MS
Preso na Bolívia, "gerente" do bando que roubou aviões é extraditado

Mais Lidas

CAPTURA
Cobra é capturada em para-choque de carro na região central de Dourados
JARDIM MÁRCIA
Bandidos fazem "limpa" em motel de Dourados e levam até carro
REGIÃO
Duas pessoas morrem carbonizadas após queda de helicóptero carregado com cocaína
DOURADOS
Entreposto que tinha até pé de maconha é fechado e trio preso pela polícia