Menu
Busca sexta, 05 de março de 2021
(67) 99257-3397

Após acordo, sem-terra deixam fazenda em Angélica

13 abril 2004 - 08h41

A expectativa era de que os sem terra deixassem, ontem, a fazenda Santa Rosa em Angélica, na região Sul de Mato Grosso do Sul. Mas durante o dia nenhum sinal de desocupação. Os acampados só deixaram a área à noite, após acordo com representantes do Incra e do governo do Estado. Os sem-terra queriam a garantia de que o governo vai cumprir a meta de assentamento de 3 mil famílias nos próximos meses. As 260 famílias saíram da área e vão continuar acampadas às margens da MS-457, em frente à fazenda Santa Rosa até que governo encontre área para assentamento definitivo. O feijão, que foi plantado recentemente, não deve se colhido pelo sem-terra. As 230 cabeças de gado do MST foram retiradas hoje pela manhã da propriedade.O governo se comprometeu em agilizar assentamento das famílias e uma das áreas é a fazenda Macaco, que esta em processo de desapropriação. O coordenador do MST, Edson Tonalli, disse que os sem-terra estão dispostos a cumprir o acordo desde que governo cumpra a meta de assentar 3 mil famílias ate junho deste ano no Estado. Os sem terra se comprometeram a deixar outras cinco propriedades ocupadas no estado. Elas ficam em Jardim, Caarapó, Eldorado, Sidrolândia e Novo Horizonte do Sul. Amanhã, o presidente nacional do incra vem à mato grosso do sul pra conhecer de perto a situação das invasões. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Consulta as vagas do Sisu será disponibilizada nesta sexta
Administrador é multado por derrubada de árvore e exploração de madeira
MEIO AMBIENTE
Administrador é multado por derrubada de árvore e exploração de madeira
Neno Razuk apresenta projeto para dar nome de Adib Massad à sede do DOF
POLÍTICA
Neno Razuk apresenta projeto para dar nome de Adib Massad à sede do DOF
Dourados adere a consórcio para compra de vacinas contra a Covid-19
PANDEMIA 
Dourados adere a consórcio para compra de vacinas contra a Covid-19
Estudo mostra que mulheres ocupam menos de 1/3 de cargos gerenciais e policiais de MS
LEVANTAMENTO
Estudo mostra que mulheres ocupam menos de 1/3 de cargos gerenciais e policiais de MS
EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
JÚRI POPULAR
Homem que matou idoso a cadeiradas em Dourados é condenado a 7 anos de prisão
SIDROLÂNDIA
Empresário morre em acidente que deixou outros três feridos
SAÚDE & BEM-ESTAR
Unimed Dourados apresenta sua nova estrutura
INFORME PUBLICITÁRIO
CD CorteDobra: uma empresa focada em qualidade e atendimento personalizado

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados