domingo, 23 de janeiro de 2022
Dourados
38°max
24°min
Campo Grande
35°max
23°min
Três Lagoas
39°max
24°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
DEZEMBRO VERMELHO

Após 40 anos do primeiro caso, epidemia de HIV/aids ainda mata brasileiros

04 dezembro 2021 - 19h20Por Redação

Dados da Organização das Nações Unidas (ONU) apontam para a existência, atualmente, em todo o mundo, de 38 milhões de pessoas vivendo com HIV/aids. A epidemia de aids existe há 40 anos e, em 2020, foram registrados 32.701 casos de pessoas com HIV no Brasil.

Para marcar o Dia Mundial de Luta contra a Aids, comemorado em 1º de dezembro, a Câmara dos Deputados realizou uma sessão solene nesta sexta-feira (3).

O representante da Rede Nacional de Pessoas que Vivem com Aids, Moyses Toniolo, lamentou que, apesar dos avanços jurídicos e tecnológicos de prevenção e tratamento da doença, o estigma ainda leva à morte de muitas pessoas.

“Nós ainda temos a necessidade de muita evolução em diálogo, em construção coletiva dos planejamentos que nós precisamos ter para as ações em nível federal, estadual e municipal no Brasil inteiro”, disse.
Michel Jesus/Câmara dos Deputados

A representante da Articulação Nacional de Aids, Cláudia Velasquez, afirmou que é preciso banir do atendimento às pessoas com HIV a discriminação, promovendo ferramentas de prevenção e garantindo o acesso aos serviços de saúde para essas pessoas que se encontram muitas vezes em situação de grande vulnerabilidade social.

Já o presidente do Fórum de ONGs Aids de São Paulo, Rodrigo Pinheiro, pediu ajuda aos parlamentares para que haja a incorporação de novos medicamentos e para que a política nacional de redução de danos seja fortalecida.

“Temos vários desafios, falta vontade política e responsabilidade para a gente poder vencer esses desafios e poder avançar no enfrentamento à epidemia de aids”, reclamou.

O deputado Alexandre Padilha (PT-SP) alertou para o que chamou de desmonte da estrutura de HIV/aids dentro do Ministério da Saúde. Para ele, que foi ministro da pasta, o conhecimento desenvolvido pelo Brasil no enfrentamento a essa epidemia não pode ser perdido por falta de investimentos na manutenção do programa.

“Todo mundo está falando de PCR por conta da Covid-19. Esse tipo de exame, essa técnica de biologia molecular passou a ser uma coisa corriqueira a partir do enfrentamento da aids. O enfrentamento dessa epidemia nos trouxe muitos ensinamentos, é muito importante que a gente os retome para enfrentar os desafios de hoje, os desafios atuais”, falou.

Atualmente no Brasil existem 920 mil pessoas vivendo com HIV. Desse total, 89% já foram diagnosticadas e 77% fazem o tratamento com remédios antivirais. Das que estão em tratamento, 94% não transmitem mais a doença por estarem com a carga viral baixa. Mesmo assim, em 2019 o Brasil ainda apresentava uma taxa de 4,1 mortes por 100 mil habitantes em decorrência da doença.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Governador do Rio detalha ações do programa Cidade Integrada
BRASIL

Governador do Rio detalha ações do programa Cidade Integrada

Terceira Turma realizará primeiras sessões de fevereiro por videoconferência
STJ

Terceira Turma realizará primeiras sessões de fevereiro por videoconferência

BRASIL

PDT questiona medidas de desestatização da companhia de saneamento do RS

BRASIL

Mostra de Tiradentes discute mudanças do cinema em meio à pandemia

Distrito Federal inicia vacinação de crianças a partir de 6 anos
COVID-19

Distrito Federal inicia vacinação de crianças a partir de 6 anos

MS

No período de férias, Bombeiros alertam para cuidados durante as trilhas

PANDEMIA

STJ convoca sessão extraordinária do Pleno para discutir retorno das atividades presenciais

COVID-19

Reforço de marca diferente é mais eficaz para vacinados com CoronaVac

BRASIL

Livraria do STF disponibiliza downloads gratuitos de obras

V Concurso Extrajudicial

TJ convoca candidatos para prova escrita e prática no dia 6 de fevereiro

Mais Lidas

REGIÃO

Grave acidente deixa oito mortos em rodovia

DOURADOS

Morto em confronto, além de ser suspeito de morte de menor, tinha extensa ficha criminal

DOURADOS

Dois são flagrados com droga na PED

TRÁFICO DE DROGAS

Cocaína que saiu da região de fronteira do MS é interceptada em SP