Menu
Busca sábado, 27 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

Apenas carne de bovino rastreado poderá ser exportada

18 março 2004 - 16h37

A partir de agora, todos os produtos e subprodutos de origem bovina e bubalina exportados deverão ter, obrigatoriamente, como origem um animal rastreado. Essa exigência, que já era obrigatória para produtos e subprodutos bovinos e bubalinos destinados à União Européia, foi agora estendida a todos os outros mercados importadores. O Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) só liberará o abate de bovinos destinados aos países de fora da UE se o animal estiver registrado há pelo menos 40 dias na base nacional de dados do Sisbov (Sistema Brasileiro de Identificação e Certificação de Origem Bovina e Bubalina). A determinação, prevista na Instrução Normativa nº 88, passou a valer desde a última segunda-feira. A IN, publicada no “Diário Oficial da União” de 15 de dezembro de 2003, aprova o calendário de ingresso e permanência de animais na base de dados do Sisbov. A coordenadora nacional do Sisbov, Denise Euclydes Mariano, afirma que o sistema de rastreabilidade, condição exigida pela UE para importar carnes, garantirá a segurança alimentar dos consumidores brasileiros. “A rastreabilidade é importante, já que nos possibilita ter todas as informações de origem e situação dos animais, que vai desde seu nascimento até o bife na mesa do consumidor”, diz. De acordo com o calendário, a partir de 31 de maio deste ano o prazo mínimo de registro na base de dados subirá para 90 dias. Depois, a partir de 30 de novembro, serão 180 dias. E a partir de 31 de maio de 2005, o ministério só liberará o abate se o animal estiver na base de dados por, no mínimo, 365 dias. A partir de 31 de dezembro de 2005, todo animal originário de criação de zona livre de febre aftosa e dos estados em processo de declaração, independente de ser destinado à exportação, deverá ser incluído no Sisbov. A inclusão do animal nascido após esta data deverá ocorrer até 90 dias após seu nascimento. Os animais originários dos demais estados deverão estar no sistema a partir de 31 de dezembro de 2007. Atualmente, existem mais de 14 milhões de animais cadastrados na base de dados do Sisbov. O rebanho bovino brasileiro está estimada em 183 milhões de cabeças, o maior do mundo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Museu da Língua Portuguesa será reinaugurado no dia 17 de julho
BRASIL
Museu da Língua Portuguesa será reinaugurado no dia 17 de julho
Após 11 meses do primeiro caso, Dourados perdeu uma vida a cada 80 diagnósticos de Covid-19
PANDEMIA
Após 11 meses do primeiro caso, Dourados perdeu uma vida a cada 80 diagnósticos de Covid-19
LOTERIA
Apostas para a Dupla de Páscoa começam na segunda; prêmio pode chegar a R$ 30 mi
Jovem morre após colidir moto contra caminhão
ANASTÁCIO
Jovem morre após colidir moto contra caminhão
Recém-formados da área da saúde poderão ter incentivo a atuar pelo SUS
POLÍTICA
Recém-formados da área da saúde poderão ter incentivo a atuar pelo SUS
IMUNIZAÇÃO
Dourados recebe terceiro lote de vacinas contra a Covid-19
TRÁFICO
Polícia encontra mais de 4t de maconha escondida em mata
PANDEMIA 
Covid-19: Dourados registra 85 novos casos e 2 óbitos
VACINAÇÃO
Dourados recebe novo lote com 2.890 doses de Coronavac e Astrazeneca
PANDEMIA
MS ultrapassa a marca de 3,3 mil mortos por coronavírus

Mais Lidas

DOURADOS 
Operação desarticula quadrilha especializada em furtos de máquinas agrícolas
DOURADOS 
Mulher é esfaqueada na região central e encaminhada ao HV em estado grave
PARAGUAI
Quadrilha é presa com 1,4 tonelada de cocaína e até avião na fazenda de Pavão
DOURADOS 
Mulher que esfaqueou rival é autuada em flagrante por tentativa de homicídio