Menu
Busca sexta, 15 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

Anvisa decide limitar o uso de dois adoçantes

20 março 2008 - 11h21

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) decidiu ontem reduzir a quantidade máxima dos adoçantes sacarina e ciclamato em bebidas e alimentos e aprovar o uso de três novas substâncias no Brasil --taumatina, eritritol e neotame, já aprovadas por organismos internacionais de saúde.
De acordo com Lucas Medeiros Dantas, gerente de tecnologia de alimentos da Anvisa, a decisão de reduzir o limite decorreu de uma avaliação do impacto desses edulcorantes (adoçantes) para a saúde. Segundo ele, pesou na decisão a presença de sódio, substância já condenada pela OMS (Organização Mundial da Saúde).
"O sódio [presente no ciclamato e sacarina] é um dos vilões da política da OMS para o cuidado de doenças não transmissíveis, como hipertensão." O sódio é usado para conservar alimentos e realçar o sabor. "Do ponto de vista da saúde, o esforço é para tornar os limites cada vez mais restritivos", afirmou Dantas. Outros adoçantes não foram afetados. A sacarina é proibida no Canadá, e o ciclamato, nos Estados Unidos.
De acordo com Ruy Lyra, presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, os estudos que vetaram a sacarina e o ciclamato nos dois países --e constataram que elas aumentavam o risco de câncer de bexiga- foram feitos em camundongos. Ele ressalta que não há nenhuma pesquisa que comprove a existência de riscos em seres humanos, mas, ainda assim, recomenda que, por prudência, o consumidor limite a quantidade ao ingerir as substâncias.
Produtos
O limite máximo de ciclamato caiu do intervalo entre 97 mg e 130 mg para 40 mg a 56 mg a cada 100 ml ou 100 gramas. Isso afeta refrigerantes como o Sprite Zero e iogurtes como o Pense Light com Pedaços de Pêssego --107 mg e 56,3 mg da substância, respectivamente.
No entanto, na opinião de Carlos Eduardo Gouvea, presidente da Abiad (Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres), a maioria dos produtos já está dentro dos parâmetros, até porque há mistura de diferentes adoçantes. É o caso da Coca-Cola Light e Zero, por exemplo, que não serão afetadas, de acordo com a composição divulgada no site da empresa. A Folha pediu à AmBev a composição do Guaraná light, mas não houve resposta até a conclusão da edição.
Para Gouvea, as indústrias mais prejudicadas com as novas regras da Anvisa são as que fazem bebidas e alimentos para consumo popular, já que a sacarina e o ciclamato são os adoçantes mais baratos. O consumo de produtos com adoçantes é seguro, mas pode incentivar a ingestão exagerada de alimentos em pessoas com compulsão por açúcar, diz o diretor da Associação Brasileira de Nutrologia, Carlos Alberto Werutski.
Ele afirma que o adoçante é sentido apenas na língua, enquanto a glicose obtida no açúcar de mesa tem impacto no sistema nervoso, pois eleva os níveis de serotonina, hormônio que induz a sensação de prazer. Segundo ele, o adoçante é benéfico, pois não tem calorias e não causa cáries. De acordo com o oncologista Daniel Luiz Gimenes, do Hospital A.C. Camargo, faltam evidências para comprovar que a sacarina e o ciclamato possam causar câncer.

Deixe seu Comentário

Leia Também

'LOREM IPSUM'
Governo Bolsonaro faz post sem conteúdo sobre mil dias de gestão
PMA recolhe filhotes de beija-flor que caíram com ninho durante ventania
MEIO AMBIENTE
PMA recolhe filhotes de beija-flor que caíram com ninho durante ventania
CORTE DE VERBA
Bolsonaro sanciona lei que retira mais de R$ 600 milhões da ciência
Prefeitura de Naviraí interdita ponte por conta de risco de desabamento
REGIÃO
Prefeitura de Naviraí interdita ponte por conta de risco de desabamento
CULTURA
Festival de dança valoriza a melhor idade e promove a confraternização
VIOLÊNCIA
Diretor-adjunto é condenado por estuprar criança de 10 anos em escola
DOURADOS
Incubadoras da UFGD selecionam propostas de novos empreendimentos
CAPITAL
Ao se negar entregar celular a ladrão, menina de 12 anos é esganada
VACINA
Saúde reduz intervalo da AstraZeneca de 12 para 8 semanas
LADÁRIO
Polícia prende irmãos acusados de matar jovem a tiros em bar

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia indicia três e recupera R$ 32 milhões de golpe milionário em empresa
FRONTEIRA
"Olheiro" de vítimas da chacina em Pedro Juan é preso
VIOLÊNCIA
Ataque na fronteira deixa um morto e dois feridos, entre eles vereador
CLIMA
Chuva e ventos fortes derrubam árvores em Dourados e causam estragos em posto da PRF