Menu
Busca domingo, 16 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Antenas: Guga inicia amanhã a sua busca por medalha

15 agosto 2004 - 21h17

Gustavo Kuerten inicia, amanhã, a arrancada rumo à primeira medalha olímpica do tênis brasileiro, seu maior objetivo na temporada. Para isso, reconhece, terá de jogar mais do que na maioria dos torneios que disputou em 2004. O rival, o chileno Nicolas Massu, é o cabeça-de-chave número 10 da competição e promete dar trabalho. O chileno, porém, não deverá ser o único adversário de Guga em Atenas. O catarinese está, também, preocupado com a adptação à quadra, considerada muito rápida pelos tenistas. "Parece um gelo", afirmou. O confronto não será realizado na quadra central, a principal do complexo olímpico de tênis, mas na 1 e terá início por volta das 11h30 (de Mato Grosso do Sul). Guga contará com o apoio da animada torcida brasileira, embora em pequeno número, e com os gregos, que o admiram. O tenista é, sem dúvida, o atleta mais conhecido do País nos Jogos Olímpicos. Hoje, por exemplo, na saída do complexo de tênis, depois de assistir à derrota de Flávio Saretta para Andy Roddick, foi bastante assediado. Distribuiu alguns autógrafos, mas saiu rapidamente do local para poder descansar. Treinou à tarde e, em seguida, voltou para a Vila Olímpica. Ao contrário do que fez em Sydney, em 2000, quando mostrou-se mais preocupado em passear do que em jogar, o brasileiro, agora, não quer perder o foco de jeito nenhum. Tanto que ignorou a cerimônia de abertura. A estratégia para derrotar Massu será a mesma que vem utilizando já há alguns meses. Tentar acabar o mais rápido possível com o jogo. "O saque vai ser fundamental, é uma arma do meu jogo", afirmou. "Se conseguir sacar bem, evitarei desgaste no meu jogo." Guga não esconde que, atualmente, depois de cerca de duas horas de jogo, começa a sentir dores no quadril. É por isso que, quanto mais longa a partida, melhor para o adversário. Apesar de o piso não ser seu preferido, pode, por outro lado, ajudá-lo. A quadra rápida favorece o bom sacador. Foi o que ocorreu hoje na vitória de Roddick contra Saretta. americano foi bastante favorecido pela velocidade da bolinha e só foi ameaçado uma vez no serviço. O estilo de atuar de Massu é do tipo que incomoda Guga. O chileno corre bastante e não entrega o ponto com facilidade. O brasileiro o conhece bem e sabe que precisará ter paciência, se quiser se manter na disputa por uma medalha. No confronto direto, uma vitória de cada lado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EMPREGO
Processo seletivo da Prefeitura de Maracaju terá salários de até R$ 8,5 mil
EDUCAÇÃO
Prazo para pedir isenção de taxa do Enem começa nesta segunda-feira
POLÍCIA
Foragido da Justiça é preso após agredir namorada adolescente
POLÍCIA
Mulher encontra seus três cachorros envenenados e suspeita de vingança do ex
Grêmio vence Inter de virada e larga em vantagem na final do Gauchão
ESPORTE
Grêmio vence Inter de virada e larga em vantagem na final do Gauchão
ESPORTES
Palmeiras domina o Corinthians, vence em Itaquera e vai à final do Paulistão
POLÍCIA
Homens são flagrados carneando vaca furtada e um deles tenta agredir policial a facada
PANDEMIA
Variante da Covid-19 que surgiu no Brasil já foi detectada em 16 países latino-americanos
ECONOMIA
INSS libera prova de vida digital para aposentados e pensionistas
POLÍCIA
Motorista andou pelo menos 1,5 km com namorada pendurada no capô

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
CAPITAL
Jovem sai para comprar narguilé e morre após colidir moto contra poste