Menu
Busca sexta, 07 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Antenas: Daiane diz que nervosismo prejudicou desempenho

23 agosto 2004 - 19h01

A ginasta Daine dos Santos disse que o nervosismo atrapalhou sua apresentação no solo durante as finais por aparelho em Atenas, hoje, no Ginásio Olímpico. Tanto que ela cometeu um erro após a execução do duplo twist esticado. "O excesso de vontade e nervosismo às vezes atrapalha bastante. Dei três passos e ultrapassei a linha. Só ali devo ter perdido 0,3 pontos. Não digo que estou frustrada, mas um pouco triste. Não pela medalha, mas porque eu poderia ter feito melhor hoje", reafirmou a brasileira. Segundo Daiane dos Santos, a contusão no joelho não atrapalhou. A ginasta já passou por duas cirurgias no joelho direito e uma no esquerdo. "Fiz a mesma série várias vezes no treinamento e acertei. Aqui acabei errando. Tive ansiedade, pois fiquei uma semana esperando por esse dia. Mas isso faz parte do esporte. Agora voltarei para o Brasil e treinarei ainda mais para a próxima competição", completou. A ginasta revelou que foi opção dela e do técnico Oleg Ostapenko escolher uma série mais radical, com a execução do duplo twist esticado e carpado. Seu duplo twist esticado será batizado pela FIG (Federação Internacional) como "Dos Santos", assim como ocorreu com o duplo twist carpado após o Mundial de Anaheim, no ano passado. "Eu poderia ter vencido se tivesse optado por uma mais conservadora. Mas não me arrependo de nada. Tive uma cobrança pessoal, podia muito bem ter feito a outra série. Sabia do risco e resolvi assumir. Podia estar mais feliz se o resultado fosse melhor. Mas estou contente por ter superado, desde o ano passado, duas operações e chegar aonde eu queria. Fui reserva em Sydney e agora a primeira brasileira a disputar uma final olímpica", declarou Daiane dos Santos. A atual campeã mundial do solo sentiu que ficara fora da disputa pelo pódio logo após sua apresentação. "O atleta sente quando não foi bem", disse. Mas demonstrou espírito olímpico ao revelar que não torceu contra as suas adversárias na seqüência. "Isso não é ganhar. Isso é pior do que perder. O vencedor vê que perdeu e luta para ganhar na próxima", afirmou. A ginasta brasileira fez questão de elogiar o desempenho da medalhista de ouro, a romena Catalina Ponor. "Ela está de parabéns. Já tinha dito que ela era a minha principal rival. Ela merece. É uma menina exata, que não comete erros. Também treinou muito para estar aqui". Quanto ao seu futuro dentro da ginástica, Daiane dos Santos não quis afirmar que estará disputando os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. "Não sei se vou aguentar mais quatro anos. É muito tempo pela frente. Fui reserva em Sydney e fiquei com tanta raiva que resolvi continuar treinando para estes Jogos Olímpicos. Pode ser que eu vá para Pequim ou não." Daiane dos Santos disputará nos dias 11 e 12 de dezembro a final da Copa do Mundo da modalidade, em Birmingham, na Inglaterra.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STJ
Advogado acusado de matar ex-lider do PSL sofre nova derrota na Justiça
IBGE
Governo recorre da decisão do Supremo sobre realização do Censo 2021
Motorista perde o freio e caminhão carregado com frangos colide em carreta
Motorista perde o freio e caminhão carregado com frangos colide em carreta
BRASIL
Mulher vítima de violência terá prioridade em programa habitacional
Grêmio goleia time venezuelano por 8 a 0 e faz história
FUTEBOL
Grêmio goleia time venezuelano por 8 a 0 e faz história
NOVA ANDRADINA
Jeep bate em carreta, capota, sai da pista e fica destruído na BR-267
BRASÍLIA
'Tô vendo uma barata aqui', diz Bolsonaro a apoiador com cabelo 'black power'
Suspeito de levar foragidos do ES ao Paraguai é preso com R$ 12 mil
UFGD
Workshop de saúde vocal para profissionais da voz acontece na próxima semana
NOVA ANDRADINA
Ex-namorado de líder do PSL encontrada morta, é indiciado por feminicídio

Mais Lidas

PANDEMIA
Decreto reduz toque de recolher em Dourados na semana do Dia das Mães
DOURADOS
Pancadaria em motel termina na delegacia com três pessoas detidas
REGIÃO
Mãe e filha são executadas em locais diferentes na fronteira
PONTA PORÃ
Vítima de execução na fronteira registrou boletim de ocorrência contra o namorado